Sem Comentarios

Moro minimiza vazamento: 'Não tem nenhuma orientação ali naquelas mensagens'

Moro minimiza vazamento: 'Não tem nenhuma orientação ali naquelas mensagens'
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil


Após participar de um evento público nesta segunda-feira (10), o ministro Sergio Moro voltou a comentar o vazamento de conversas suas com o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Operação Lava Jato no Ministério Público Federal (MPF). Os diálogos vieram à tona em matéria publicada na noite desse domingo (9), no site The Intercept Brasil, e são registros do período entre 2015 e 2018, quando Moro era o juiz relator da operação.

"Não tem nenhuma orientação ali naquelas mensagens. Nem posso dizer que são autênticas porque, veja, são coisas que aconteceram, se aconteceram, há anos atrás. Eu não tenho mais essas mensagens, eu não guardo essas, não tenho registro disso. Agora, ali não tem orientação nenhuma", declarou Moro depois de um evento com secretários de Segurança Pública em Manaus, segundo informações do G1

Ao longo das conversas, o ex-juiz aconselha Dallagnol, discute estratégias sobre a condução da Lava Jato e até adianta o resultado de uma decisão.

Para Moro, no entanto, o diálogo entre os dois é normal. "Veja, os juízes conversam com procuradores, juízes conversam com advogados, juízes conversam com policiais", minimizou.

Ele defende que "está havendo muito sensacionalismo em cima dessas supostas mensagens", mas não nega o conteúdo delas. Por exemplo, ao falar sobre a sugestão de troca de fase das operações, ele também disse que é absolutamente normal". "Uma questão de logística de ser discutido com a polícia de como fazer ou não fazer", simplificou.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.