Sem Comentarios




Medida foi tomada porque vereadores descumpriram mais uma decisão da justiça que determinava oitiva de testemunha de defesa.

 O Tribunal de Justiça da Bahia concedeu liminar e anulou a decisão da Câmara Municipal de Jaguarari, que nesta quarta-feira (21), afastou do cargo o prefeito Everton Rocha. A decisão foi tomada pelo desembargador Roberto Maynard Frank, que determinou “a suspensão do processamento da Comissão Processante para que se efetive a garantia do direito de oitiva da testemunha, na forma do quanto já decidido anteriormente”, diz o trecho da liminar.


A decisão do magistrado levou em consideração o descumprimento de medida liminar proferida por ele no dia 7 de fevereiro que determinava que a Comissão Parlamentar Processante (CPP) da Câmara de Jaguarari ouvisse a testemunha de defesa, Heliodoro Lucas Duarte Dourado.
Medida essa que não foi cumprida pelos vereadores, mesmo tendo a testemunha se apresentado a CPP no dia 14 de fevereiro. “Na petição juntada hoje às 13h36m, o agravante noticia que a referida testemunha compareceu para ser ouvida, mas tal oitiva foi indeferida, o que acarretaria descumprimento da decisão liminar.”, diz o juiz em outro trecho da decisão proferida nesta quarta-feira (21).

Pedro Castro

Jornalista (DRT/BA 1721)
Fotos: Gleyson Carvalho
Fonte : Jaguarari News
Mais informações →

Sem Comentarios




Depois de mais de seis horas de sessão, por 12 votos a favor e 1 contra, a Câmara de Vereadores cassou o mandato do prefeito Everton Carvalho Rocha-PSDB. A sessão iníciou por volta das 8h da manhã e terminou pouco mais das 14h.
Após a leitura do parecer da Comissão Parlamentar Processante, composta pelos vereadores Josimar Zuza-PP, Adenir Bonfim-PSD e Franco Melo-PDT, opinando pela cassação de mandato do denunciado, os advogados, Josemar Santana e Maraísa Santana, convocados pela mesa da Câmara Municipal para assumirem a defesa, tendo em vista que nem o denunciado nem os seus advogados compareceram a sessão para sua defesa, contestaram oralmente o parecer da comissão.
O processo foi dado entrada, em agosto de 2017, pelo Sr Alberto Sá, ex-vice-prefeito de Jaguarari (2005 a 2008).
Mesmo com a câmara lotada por pessoas a favor e contra a cassação do prefeito, o clima foi de respeito e civilidade, pelo menos durante a sessão.
Com esse resultado o vice-prefeito,
 Fabrício D'agostino/DEM assume a prefeitura, devendo ser empossado ainda hoje, pela Câmara Municipal.
Importante salientar que o prefeito cassado pode recorrer ao tribunal. Lembrando ainda, que Jaguarari já passou por situação idêntica, durante o mandato do ex-prefeito Edson Luiz de Almeida, quando o seu vice era Alberto Sá.
A expectativa na população era enorme por esse desfecho, agora é aguardar para que o município retorne o sua normalidade, se é que isso vai ser possível diante de uma guerra jurídica que vai se iniciar a partir de então.
Votaram a favor da cassação de mandato do prefeito, os vereadores Adenir Bonfim "Neném do Catuni"-PSD, Alberto Franco Melo-PDT, Dorival Borges-MDB, José Narciso "Budé"-PDT, José Gonçalves "Zé Galego"-SD, Josimar Zuza-PP, Márcio Gomes-PSDB, Marcos Paulo"Quito"-PV, Paulo Morgado-PV, Valdemilson Vieira "Val do Jacunã-PT, Reginaldo Gabriel "Regis do Joel" e William Rogers-PSDB e votou vc contra o vereador Lourival Sandes "Louri da Barrinha"-PDT.
Jag
Mais informações →

Sem Comentarios

Uma questão muito importante, que necessita de acompanhamento médico. Alerta, pois as alterações no corpo são definitivas, mesmo após a suspensão das substâncias
Fevereiro de 2018 - Mais da metade dos homens brasileiros desconhecem o fato de que, com o passar dos anos, ocorre uma que da na produção do hormônio masculino, a testosterona, levando a sintomas como sensação de cansaço, depressão, alterações no humor, perda de massa muscular e o aumento da gordura corporal – principalmente no abdômen – além de disfunções sexuais. A constatação foi feita por meio de estudo da Sociedade Brasileira de Urologia. Na pesquisa, foram ouvidos 3,2 mil homens em oito capitais. Entre os entrevistados, 51% disseram nunca ter ido ao médico, 30% atribuíram os sintomas da andropausa ao excesso de trabalho e ao estresse do dia a dia, e 68% disseram não saber a diferença entre terapia de reposição hormonal e o uso de estimulante sexual.
O consumo de hormônios para alterar o corpo é um comportamento que tem se tornado atrativo. É uma prática antiga e que somente agora veio à tona de forma clara, mas faltam informações básicas.
Não precisa ir muito distante para entender, sempre se ouviu falar em reposição hormonal, um tratamento comum entre as mulheres, já entre os homens um tabu, muitos não sabem nem o que significa andropausa, muito menos como trata-la, disfunção que também é tratada por meio de hormônios, com orientação médica. Mas se falarmos em testosterona para crescimento muscular e tratamento estético, certeza de que muitos conhecem e usam de forma totalmente indevida.
A testosterona é encontrada no corpo dos homens e mulheres, mas os homens têm cerca de 10 a 15 vezes mais testosterona. Assim como outros andrógenos, o hormônio é mais famoso pelos seus efeitos nas características sexuais. Simplificando, a testosterona é o hormônio que representa as características masculinas.
"Ela estimula o crescimento do órgão genital masculino e é fator decisivo na produção de esperma, fortalece cordas vocais, aumenta a taxa de crescimento de pelos faciais e corporais, causa impactos no corpo, controla a distribuição de gordura, e simplesmente faz os homens mais viris, porém somente deve ser administrado com prescrição medica", conta o andrologista e cirurgião vascular e presidente do Instituto Paulista, Dr. Carlos Araujo Pinto.
A Testosterona age desde o nosso couro cabeludo, até as pontas dos dedos do pé. Ela é uma hormona esteroide de 19 carbonos produzidos principalmente pelas células de Leydig dos testículos (nos homens) e os ovários (em mulheres). E pequenas quantidades são produzidas nas glândulas supra-renais de ambos os sexos.
Segundo o especialista, a testosterona (hormônio mais utilizado) em excesso pode sobrecarregar as funções do fígado e até provocar o desenvolvimento de câncer. "Os medicamentos compostos por hormônios só podem ser consumidos com receita e acompanhamento médico, embora seja comum a automedicação, o que é, de fato, muito perigoso", alerta. Ainda ressalta uma questão muito importante, as alterações no corpo são definitivas, mesmo após a suspensão das substâncias.
O uso da testosterona sem prescrição médica preocupa cada vez mais a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM). Para a entidade a estimativa é de o consumo indiscriminado nesse hormônio tenha aumento até 100 vezes nos últimos 30 anos e chama atenção para os problemas que o consumo sem acompanhamento médico pode causar.
Os hormônios, explica Dr. Araujo, são substancias fabricadas pelo sistema endócrino (conjunto de glândulas) e que ajudam a sinalizar funções especificas. São fundamentais para o correto funcionamento do corpo e, caso a produção seja acima ou abaixo do necessário do necessário, ocorre a disfunção hormonal. "A reposição é indicada para os homens e mulheres e para os transexuais, porém sempre com acompanhamento médico.
Testosterona baixa é algo mais comum do que se imagina
Vários fatores podem influenciar nos baixos níveis de testosterona. Eles vão desde a alimentação ao estilo de vida, consumo de produtos que usam embalagens com bisfenol, própria genética, entre outros.
Hoje em dia os homens, em geral, estão com níveis de testosterona mais baixos que as gerações anteriores.
Alguns sintomas podem indicar a falta de testosterona
  • Perda de massa óssea e aumento do risco de fraturas
  • Perda de força
  • Dificuldade em Ganhar massa muscular magra
  • Ganho de Gordura corporal com facilidade
  • Diminuição do apetite sexual (libido)
  • Redução da fertilidade
  • Sensação de fadiga
  • Aumento da resistência à insulina e do risco de diabetes
  • Depressão
  • Irritabilidade
  • Comprometimento das funções cognitivas
  • Dificuldade de ereção
  • Diminuição do volume de sêmen
  • Alteração de humor
  • Diminuição da Produção de glóbulos vermelhos
A reposição hormonal masculina é indicada para tratamento da andropausa – o distúrbio hormonal causado pela baixa produção de testosterona no organismo durante a fase de envelhecimento.
É necessária para saúde física e sexual do homem, além de trazer diversos benefícios, pois combate diretamente sintomas como perda do desejo sexual, dificuldade de ereção, depressão, irritabilidade, cansaço, alteração de humor e perda da massa muscular.
É fundamental procurar um médico antes de começar qualquer tipo de tratamento com hormônios, pois o uso da testosterona sintética no momento e da forma errada pode ser extremamente prejudicial à saúde. A reposição só é indicada após os 40 anos, mediante exames de sangue e caso os sintomas estejam muito intensos e trazendo desconforto ao paciente, afirma Dr. Carlos Augusto Cruz de Araújo Pinto, cirurgião geral e vascular especializado em Andrologia.
Muitos homens não entendem a importância de cuidar da saúde sexual após os 40 anos. Apesar de sofrerem com distúrbios hormonais e sintomas característicos da queda dos níveis de testosterona, eles ainda resistem em buscar tratamentos adequados com o andrologista, médico que estuda a saúde do homem, mais especificamente as funções reprodutoras e sexuais masculinas.
Que o pensamento machista ainda é o grande vilão da história, nós já sabemos. O que falta é mais informação e disseminação do assunto na mídia, para que ele atinja o maior número de pessoas e possa ser visto como algo normal, natural e de extrema importância para a saúde como um todo dos homens.
Assim como as mulheres costumam fazer acompanhamento anual durante toda a vida com ginecologista, os homens interessados em ter mais qualidade de vida e cuidar de sua saúde sexual devem procurar um andrologista.
O andrologista realiza diagnósticos e prognósticos relacionados aos o a aspectos anatômicos, urológicos, biológicos e psíquicos do fator sexual masculino. Algumas doenças mais específicas podem receber um tratamento nas mãos desse especialista.
Confira outras áreas de atuação do andrologista: problemas de fertilidade, disfunção erétil, andropausa, vasectomia, esterilidade e distúrbio da ejaculação.
Sobre o cliente
Dr. Carlos Augusto Cruz de Araújo Pinto é cirurgião Geral e Vascular especializado na área de Andrologia. Diretor Presidente do Instituto Paulista para Tratamento da Disfunção Erétil Masculina, participa constantemente de congressos mundiais buscando sempre aperfeiçoamento na área de Andrologia.
Certificação:
  • Certificate of Recognition in Impotence & Prosthetic Urology - Ministrado pelo Dr. Steven K Wilson - Arkansas - USA – 1996
  • Certificate of Recognition in Impotence & Prosthetic Urology - Ministrado pelo Dr. Steven K W
Contato Imprensa
E-Mídia Comunicação
Paloma Oliveira | Diretora de Relacionamento
Tel.: (11) 3969-4807| (11) 99521-0819

Mais informações →

Sem Comentarios

Nazaré: Posto de saúde é depredado e barraca incendiada após enterro de homem
Foto: Reprodução / Youtube

Um posto de saúde foi depredado e uma barraca foi incendiada, em Nazaré, no Recôncavo baiano. O grupo envolvido nos dois casos ainda atirou para cima. Até esta quarta-feira (21), ninguém havia sido preso. Ao G1, a Polícia Militar disse que as ações teriam partido de um grupo após um enterro de um homem morto em confronto com policiais. O sepultamento do homem ocorreu na última segunda-feira (19). Ainda segundo a PM, o grupo envolvido nos atos de vandalismo era formado por supostos comparsas do homem morto. No domingo (18), o 14º Batalhão de Polícia Militar foi acionado por populares para atender a uma ocorrência de homens armados na Rua do Cajueiro, bairro da Muritiba, em Nazaré. Conforme versão dos policiais, assim que os agentes chegaram para averiguar o fato, pelo menos cinco homens estavam armados e ao avistarem a viatura atiraram contra a guarnição. Na troca de tiros, um dos suspeitos foi baleado, vindo a falecer no Hospital Gonçalves Martins.

Mais informações →

Sem Comentarios


Professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual iniciaram, nesta terça-feira (20/02), o curso online “Uso Pedagógico de Tecnologias Educacionais”. Desenvolvido na modalidade de Educação à Distância (EAD), o curso objetiva tornar evidente na prática pedagógica a natureza transformadora das tecnologias educacionais, seja na vertente operacional ou na humanizadora, no processo de ensino e aprendizagem nas diversas áreas do conhecimento. Ainda como forma de valorizar os educadores, os participantes concluintes do curso terão um ganho médio de 14% em seus vencimentos, até maio de 2019.

Para o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, o curso fortalece o eixo pedagógico das escolas e valoriza a carreira do magistério estadual. “Esta é a primeira experiência no Brasil a fazer uma formação com esta quantidade de educadores envolvidos, com mais de 22 mil professores e coordenadores pedagógicos. Isto serve não só para a formação continuada como, também, para a promoção dos nossos professores e coordenadores pedagógicos. É a qualificação da nossa rede, ao mesmo tempo em que a gente, também, vai ao encontro do desejo de cada educador deste de crescer, efetivamente, na carreira”, afirmou.

A professora Lucília Coimbra, do Colégio Estadual Henrique Brito, falou sobre a importância da Secretaria da Educação do Estado em realizar formações para os educadores. “É fundamental que seja promovida a capacitação dos professores para que possamos aplicar essas metodologias na sala de aula. Com o curso, podemos estar atualizados sobre as novas ferramentas para o uso pedagógico no processo de ensino e aprendizagem, além, é claro, do ganho nos nossos vencimentos, o que mostra um real comprometimento com a valorização em todos os aspectos do professor”, disse. 

Também do Henrique Brito, a articuladora da Educação Integral, Rose Meiguez, ressaltou que a formação contribui para a qualidade do ensino. “A qualificação dos educadores resulta diretamente na melhoria do trabalho desenvolvido nas escolas. São necessárias essas formações para que possamos desenvolver novas habilidades, sempre antenados com o que há de mais avançado na área pedagógica, para que possamos implantar no dia a dia da unidade escolar”, contou.

O vice-diretor Arthur de Oliveira Neto, do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Biotecnologia e Saúde, em Itabuna (a 438 km de Salvador), na Região do Litoral Sul, também falou sobre a iniciativa. “Esta proposta é excelente, porque qualifica a educação pública. Com uma rede de informação cada vez mais rápida, por meio da Internet e outras tecnologias, os professores têm que estar atualizados, e, de certa forma, é uma iniciativa que incentiva os educadores tanto no aspecto formativo quanto no salarial”, avaliou.

Sobre o curso - As aulas serão realizadas fazendo uso de uma estrutura tecnológica e metodológica que possibilitará aos professores e coordenadores pedagógicos acessá-lo por meio de ambiente virtual de aprendizagem, através do Moodle Ufba. Para o acesso, o educador deverá fazer uso do nome de usuário e senha fornecidos através do e-mail informado no ato da inscrição.

O curso terá a carga horária integral de 120h e será constituído de dois módulos de 60h cada. O primeiro terá três etapas divididas em: Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDIC) para a comunicação e coleta de dados (25 h); TDIC para Comunicação, Produção e Colaboração (25 h); e Avaliação do Módulo (10 h). O segundo módulo também terá três etapas divididos em: TDIC para Organização e Criação (25 h); Ambientes Virtuais de Aprendizagem (25 h); e Avaliação do Módulo (10 h). Para a conclusão do curso “Uso Pedagógico de Tecnologias Educacionais” serão exigidos o aproveitamento com média 6,0 e a frequência mínima de 75% da carga horária total do curso.


Foto: Divulgação
- ASCOM
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Tel: (71) 3115 - 8954/9026
www.educacao.ba.gov.br

http://www.sec.ba.gov.br/assinatura-expresso.png

Mais informações →

Sem Comentarios


Nesta segunda-feira (19) o secretário de administração, José do Vale recebeu em seu gabinete a visita da comissão formada pelos estudantes universitários do município de Jaguarari. Durante o encontro os alunos agradeceram ao governo municipal pela gratuidade no transporte universitário para todos que precisam se deslocar até Juazeiro e Petrolina a fim de concluir sua graduação. Durante o encontro José do Vale relembrou que desde o inicio do ano, a pedido do Prefeito Everton Rocha, vinha realizando reuniões com alguns membros da comissão de estudantes universitários onde tratou sobre a gratuidade no transporte para os estudantes que se deslocam para instituições de ensino em outros municípios. “Apesar de não ser obrigação do município, sabemos da necessidade de que nossos jovens tenham acesso à graduação. Por isso sempre estivemos sensíveis a essa causa e não medimos esforços para restabelecer o serviço de forma que pela primeira vez o transporte ficasse totalmente gratuito para os universitários”, comenta o prefeito Everton Rocha, que não pode estar presente ao encontro por motivo de agenda.
O secretário de administração, José do Vale aproveitou o encontro para destacar que a educação é uma das prioridades do governo municipal. “Agora com o orçamento garantido com a aprovação da LOA podemos dar a garantia da gratuidade no transporte para os estudantes universitários que residem em nosso município. A garantia a uma educação de qualidade será uma das prioridades durante a gestão do prefeito Everton Rocha, que garantiu também a gratuidade no transporte para os estudantes universitários que residem no distrito de Pilar e que se deslocam para o Vale do São Francisco”, esclarece o secretário José do Vale.
O presidente da comissão dos estudantes universitários de Jaguarari, Wesley Mateus, fez questão de agradecer ao governo municipal pela gratuidade no transporte universitário. “Estamos aqui hoje para firmar mais uma vez o compromisso do gestor com os estudantes universitários do município. Gostaria de frisar que o prefeito sempre esteve próximo a nós e garantiu que o transporte universitário seria totalmente gratuito. E como representante dos alunos gostaria de agradecer ao governo municipal por essa conquista para nós”, agradeceu Wesley Mateus.

ASCOM – Prefeitura Municipal de Jaguarari
Mais informações →

Sem Comentarios


O Despertar atende milhares de crianças no campo levando educação e conscientização socioambiental para as escolas  e comunidades da zona rural
Presidentes de Sindicatos dos Produtores Rurais, prefeitos e representantes de 75 municípios baianos firmaram parceria com o Sistema FAEB/SENAR para realização do Despertar este ano. No encontro, realizado nesta terça-feira (20), na sede do Sistema FAEB, foram assinados os termos de Cooperação Técnica com a Federação da Agricultura e Pecuária da Bahia (FAEB) e o SENAR BAHIA.
O presidente do FAEB, Humberto Miranda, ressaltou a importância dessa parceria para a realização do programa. “O Despertar não aconteceria se não fosse a participação e colaboração das equipes de trabalho dos municípios. O Sindicato dos Produtores Rurais é o nosso braço operacional. É através dele que conseguimos fazer com que as ações da FAEB e do SENAR cheguem até o produtor rural no interior do Estado e ajudem a transformar a realidade do campo”.
Miranda afirmou ainda que o Despertar, que atende milhares de crianças no campo levando educação e conscientização socioambiental para as escolas da zona rural, é um investimento extremamente importante do Sistema FAEB. “Nós acreditamos que é mudando o homem que conseguimos transformar o mundo. É investindo na capacitação e na boa formação das pessoas que a gente consegue ter uma cidade melhor para se viver e oferecer para as novas gerações”.
A superintendente do SENAR BAHIA, Carine Magalhães, também destacou que o trabalho do Despertar, através das crianças, é ainda mais transformador, porque consegue alcançar as famílias, e, consequentemente, as comunidades e os municípios. “É muito importante promover essa educação desde pequeno e fazer com que ela chegue para toda a família. As crianças passam pelo programa, mas a cultura do Despertar fica marcada no dia a dia do município. O SENAR acredita que a educação tem o poder de promover hábitos, que abrem portas e redefinem as vidas das pessoas”.
Durante o encontro foi lançando o tema que será trabalhado este ano pelo programa: “Água, Cidadania e Sustentabilidade”. Segundo a coordenadora do Despertar, Jaqueline Érrico, pedagoga do SENAR BAHIA, o tema foi escolhido, principalmente, por dialogar com o Fórum Mundial da Água, que este ano acontece no Brasil, no mês de março, e também com as conferências de Meio Ambiente.
Em 12 anos, o Programa Despertar já atuou em 100 municípios, em cerca de 2 mil escolas, atendeu a mais de 200 mil alunos através de 10 mil professores da rede pública (municipal e estadual) do meio rural. Em 2017, entre as ações socioambientais realizadas pelo programa, dentro e fora de sala de aula, foram implementadas quase 1.100 hortas e 768 jardins nas escolas, distribuídas cerca de 10 mil mudas, realizados mais de 800 dias de campo, entre de outras atividades.

O Despertar
O Programa é voltado para alunos da Educação do Campo, do Infantil ao 9º ano do fundamental, e trabalha a educação socioambiental através de temas como o meio ambiente, ética, saúde, cidadania e pluralidade cultural. Há 13 anos o Despertar vem ampliando o papel social do SENAR BAHIA com a missão de promover a educação no meio rural voltada para a responsabilidade social, como forma de provocar mudanças de valores, aliada ao compromisso cidadão e socioambiental. 

Fonte: ASCOM Sistema FAEB

1506451480676_VIVIANE
Mais informações →