Sem Comentarios

Sem luz há mais de quinze anos, povoado sobrevive com uso de candeeiros no interior da Bahia



Moradores de povoados próximos ao município de Palmas de Monte Alto, no sudoeste Bahia, situado a 719 quilômetros de Salvador, enfrentam dificuldades para sobreviver sem energia elétrica.
Há quinze anos, moradores dos distritos de Abóbora, Covas de Mandioca, Caraíbas, Lagoa dos Patos, Vargem Comprida e Caldeirão, entraram com uma solicitação na Coelba, na esperança de conseguir usar utensílios simples, como geladeira, liquidificador, ou até mesmo para conseguir puxar água do poço, mas não tiveram resposta desde 2010.
Segundo a denúncia dos leitores, a Coelba aguarda liberação da análise ambiental do projeto, que deveria ser feita pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), mas não tiveram resposta sobre o processo.
Procurada pelo Varela Notícias, desde a última quarta-0feira (10), a assessoria de imprensa da Coelba disse que apuraria o fato, mas não enviou esclarecimentos até o fechamento dessa matéria.
Enquanto isso, a população local, composta por 99 casas e, aproximadamente, 700 pessoas, continua vivendo em situação precária.
“Isso é omissão, desrespeito e negligência. Vivemos no ‘oásis’, estamos cercados de rede elétrica e estamos no escuro. Não conseguimos nem carregar telefone celular. A rede elétrica passa ao lado e por cima das nossas casas, mas não temos luz. Eles colocaram placas solares, mas não atendem nossa demanda e nunca tiveram nem manutenção. Essa situação é uma afronta aos direitos humanos”, criticou um morador.
Veja imagens:



Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.