Sem Comentarios

Comportamento e problemas tiram Neymar da lista de melhores do mundo


Brasil seguirá sem sonhar com o título de melhor jogador do mundo novamente - Foto: Divulgação

Há dois dias a Fifa divulgou a lista dos 10 jogadores que irão concorrer ao prêmio “The Best” de melhor do mundo da última temporada e o nome do atacante Neymar não consta entre os postulantes ao troféu. Terceiro colocado na premiação do ano passado e também em 2015, o craque brasileiro vai ficar fora da disputa que contará com as presenças dos consagrados Cristiano Ronaldo e Messi, além de destaques da última Copa do Mundo como Hazard, Modric, Mbappé e até mesmo o zagueiro Varane.
Mas a ausência do atleta do PSG, uma das maiores contratações da história do futebol mundial, não surpreendeu a todos. Ela pode ser explicada pelo seu comportamento dentro e fora das quatro linhas e pode ter tido as seguintes motivações:
1. Copa do Mundo: desclassificação precoce do Brasil e as atuações pouco convincentes de Neymar na Copa tiraram o jogador da disputa. Pra piorar a situação, o craque brasileiro ficou mais marcado pelas quedas e simulações do que pelos gols e virou até “meme”.
2. Lesão no tornozelo: Neymar não conseguiu chegar 100% fisicamente ao Mundial da Rússia por conta de uma entorse no tornozelo direito e fratura no quinto metatarso do pé, quando ficou afastado dos gramados por quase três meses.
3. Liga dos Campeões: Contratado a peso de ouro pelo PSG por conta da mais importante competição entre clubes do mundo, o jogador não conseguiu levar seu clube às finais da Liga dos Campeões e nos jogos decisivos diante do Real Madrid não teve boa atuação ou não jogou por causa da contusão.
4. Comportamento: Muitas vezes o jovem não conseguiu contornar as críticas recebidas antes, durante e após a Copa e reagiu de forma intempestiva, demonstrando por diversas vezes imaturidade em algumas atitudes.
5. Problemas com a Justiça: A família, o atacante Neymar e suas empresas também estiveram nos holofotes da mídia por conta de multas, processos e problemas na Justiça Federal, o que também pode ter ajudado a tirar o foco do craque brasileiro no último ano.
Com Neymar desvalorizado e fora da briga, o Brasil seguirá sem sonhar com o título de melhor jogador do mundo novamente, algo que não conquista desde 2007, quando Kaká foi eleito. O resultado da premiação sai no próximo dia 24 de setembro, em uma cerimônia que será realizada em Londres, mas já podemos antecipar que o atacante e nós brasileiros seremos apenas coadjuvantes neste grande evento do futebol mundial.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.