Sem Comentarios

JAGUARARI (BA): Projeto Escolas Culturais e CETEP PNI




Projeto Escolas Culturais e CETEP PNI Jaguarari, realizaram o evento cultural Copa Arraiá CETEP e Dance João 20 e 21 de Junho, incentivando a expressão e difusão das manifestações populares e culturais juninas do território Piemonte Norte do Itapicuru em Jaguarari. Com cortejo junino saindo da praça da prefeitura até a escola cultural, puxada pelo grupo Baianinhos do forró (sanfona, zabumba e triângulo); carroça (casal matuto); quadrilha junina, rei e rainha do milho, estudantes, professores, comunidade local e agentes culturais levando a comunidade e público para os festejos da escola cultural CETEP, com muito forró pé de serra, apresentações de dança “ Estrelas do Arraiá” e participação especial das quadrilhas juninas “ Sem Noção” de Pilar e da escola João Ferreira de Matos.
Coordenadora Cultural
Steffane Alves


Projeto Escolas Culturais chega a 85 municípios da Bahia
Com o objetivo de dinamizar a cultura nos territórios de identidade e incentivar o uso da escola como equipamento cultural e de interação social, o Projeto Escolas Culturais iniciou suas atividades neste mês de abril em 85 municípios do Estado, distribuídos nos 27 territórios de Identidade. A ação está sendo implantada em Unidades Escolares da Rede Estadual de Ensino. Entre outros resultados o Projeto visa colaborar com a redução dos índices de vulnerabilidade infanto-juvenil, violência e a evasão escolar.
Trata-se de uma ação do Governo do Estado desenvolvida por meio da iniciativa interinstitucional firmada entre as Secretarias da Educação (SEC), Secretaria de Cultura (SECULT) e Secretaria de Justiça Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) com a participação na gestão do Instituto de Ação Social Pela Música - IASPM.
O projeto promoverá atividades sociais, educacionais e culturais por meio de ações diversas sempre dialogando com audiovisual, a música, a dança, as artes literárias e demais expressões artísticas, além da participação da Rede de Proteção Social do município. Ao longo dos próximos meses serão realizados cerco de 1020 eventos sócio-culturais nesses municípios, entre apresentações teatrais, de dança, música, saraus literários, exposições de artes visuais e tantas outras iniciativas, oportunidades em que será estabelecido um ambiente de troca entre os saberes produzidos na escola e os saberes populares tradicionais de idosos, mestres e mestras, artistas e fazedores de cultura das comunidades. (essa é a ideia central do projeto)
Foram contratados 85 coordenadores culturais para atuarem no Projeto cujo compromisso é articular e mobilizar parcerias entre artistas, instituições culturais, estudantes, professores, fazedores de cultura e demais agentes culturais dos municípios. Entre outras, o Projeto desenvolverá as seguintes ações: • Promoção de Eventos Culturais (1.020 ao longo do projeto) envolvendo estudantes, professores e atores da comunidade; • Construção de Agenda Cultural; • Mapeamento das iniciativas culturais no município e aproximação destas iniciativas com o espaço e atividades das escolas; • Formações nas linguagens artísticas: dança; artes literárias e audiovisual; • Fomento a prática musical coletiva nas suas diversas modalidades e possibilidades.
• Articulação entre membros da rede proteção social

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.