Sem Comentarios

FIFA abre procedimento disciplinar contra o México por gritos homofóbicos da torcida


FIFA decidiu abrir um procedimento disciplinar contra o México por conta dos gritos homofóbicos dados por sua torcida na partida contra a Alemanha, vencida pelos mexicanos por 1 a 0 no último domingo. Os gritos de "puto", que significa "bicha" em espanhol, foram dados a cada tiro de meta do goleiro Manuel Neuer.
Antes do início da Copa, a Federação Mexicana divulgou comunicados para seus torcedores, nos quais pedia claramente para ninguém gritar a palavra "puto" durante os jogos. Não adiantou. A tendência é que a Fifa faça o que sempre fez nesses casos: multe a federação. Desde a Copa de 2014, a Federação do México foi multada sete vezes.
O Brasil também chegou a ser multado durante as eliminatórias sul-americanas, por causa do grito de "bicha" – uma adaptação que torcedores brasileiros fizeram do costume mexicano. A Fifa vem tentando banir dos estádios cantos e gritos homofóbicos, racistas ou que representem qualquer outro tipo de preconceito. Há um ano, na Copa das Confederações, esta já havia sido uma preocupação por parte da Femexfut

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.