Sem Comentarios

ASFALTO POLÊMICO DE SOBRADINHO VIROU ASSUNTO DE REPERCUSSÃO NACIONAL


A obra de recapeamento de avenidas em Sobradinho (BA) tinha tudo para dar ibope à gestão publica no município, mas, depois de repercutir no estado, agora virou notícia em rede nacional, em matéria exibida nesta quarta-feira (27) no Jornal Hoje, da Rede Globo.
Na matéria, a repórter Joice Guirra, da TV São Francisco, afiliada, mostrou cenas do asfalto derretendo e deixando marcas de sapatos numa primeira pisada e o que considerou como “paliativo para encobrir os erros de execução” com a colocação de areia sobre o asfalto.
A obra, que segundo dados da própria prefeitura custou cerca de 1,3 milhão, na opinião do técnico em edificações Carlito Souza, ouvido pela reportagem, está fora dos padrões técnicos. 
A matéria exibida no Jornal Hoje ainda questionou os valores da brita usada na obra, que teria sido adquirida com sobreposição de preço de mercado.
Carlito Souza considerou o asfalto inadequado tecnicamente

Ouvido pela reportagem o prefeito Luiz Vicente Berti alegou que não há problemas com a obra, que tudo estria dentro da legalidade e que é “necessário três meses de cura para que o asfalto fique pronto para o uso”.
De acordo com pesquisa realizada pelo Blog “Asfaltos Diluídos de Petróleo (ADP’s) comumente comercializados são os tipos Cura Rápida, cujo solvente é a gasolina, com tempo de 48 horas para ser curado e o de Cura Média, cujo solvente é o querosene, com tempo de cura estimado em 72 Horas.
Cabe à prefeitura de Sobradinho uma explicação sobre o tipo de material usado e porque o asfalto em questão precisaria de 90 dias no processo de cura.


Da redação com informações do Jornal Hoje
Reprodução: Blog do Geraldo José

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.