Sem Comentarios

Esquerda baiana unida contra Temer




Os parlamentares baianos de esquerda fecharam questão pela votação em favor do pedido de investigação contra o presidente Michel Temer. Na manhã desta quarta-feira (2), grande parte da bancada da Bahia participou de atos em defesa da saída do peemedebista e da convocação de eleições diretas, por meio da aprovação de um Projeto de Emenda Constitucional.

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) afirmou que a base de Michel Temer sofreu um duro golpe e ele terá um número de votos bem abaixo do esperado. A parlamentar baiana, que é autora de uma PEC que permitirá a antecipação das eleições, o que segundo ela é o único caminho para o País sair da crise.
Questionada em entrevista à Rádio Metrópole sobre o posicionamento do governador Rui Costa (PT) em exonerar dois secretários de Estado para que eles participem da votação, o que gerou uma especulação de uma suposta a ajuda a Temer, Lídice respondeu:
– Acho que o (deputado) Josias (Gomes) quis participar de um momento importante da história do País. Ele votará seguindo a orientação nacional do PT, que é pela investigação do presidente. Já Fernando Torres (PSD-BA) deve abster-se.
O deputado federal, Afonso Florence (PT) cobrou a aprovação da PEC das Diretas Já
e reafirmou a posição do seu partido em votar pela investigação de Temer no Supremo Tribunal Federal. “Se a sessão se iniciar com baixo quórum, ele pode conseguir derrotar no voto. Porque tem aqueles pesos proporcionais, todo mundo já sabe, mas se o governo tivesse maioria, ele garantia agora o quórum e aprovava o relatório da CCJ. Portanto tem aí um acompanhamento da evolução do quórum dado pelo governo, para nós então, em bloco, podermos entrar no plenário e registrar presença e votar na nossa posição contra o relatório da CCJ que, digamos assim, anistia Temer”, explica.
Já deputada federal Alice Portugal (PC do B) denunciou uma suposta “compra de votos” do Planalto, por meio da liberação de emendas parlamentares. Segundo ela, “os parlamentares governistas estão com vergonha de dar as caras e enfrentar 93% dos brasileiros que estão contra esse presidente ilegítimo”.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.