Sem Comentarios

PILAR (B): Colégio Petrônio Portela recebe seminário sobre o curso técnico de Médio Tec. Agroecologia






Valmir Landim​ da Secretaria de Educação do Governo do Estado da Bahia e professora Edneuza Reis, diretora do Colégio Estadual Petrônio Portela, falam da implantação do curso técnico em Agroecologia do Programa Mediotec, no distrito Pilar/Jaguarari - BA.

Além de alunos do segundo ano, professores e gestores do Colégio Petrônio, também estiveram participando do seminário o especialista em agroecologia Luiz Orleans, Vlamir Landim-Suprot, Vereador Marcos Quito, seu Antônio do Centro de Cultura da Paróquia de Jagurarari, Edneuza Reis-Diretora do Colégio Petrônio Portela, professor Everaldo Reis.




O curso Técnico em Agroecologia tem como objetivos conjugar habilidades e competências que permitam ao profissional atuar como mediador nos processos de desenvolvimento rural sustentável. Visa principalmente respeitar a cultura das comunidades, resgatar e interagir com os conhecimentos dos agricultores familiares e demais povos que vivem e trabalham no campo em regime de economia familiar, bem como estimular o manejo e a gestão sustentada dos recursos naturais locais com adoção de novas tecnologias que minimizam os impactos sobre esses recursos.
Esse profissional terá habilidades para promover políticas públicas corretas e articulações institucionais difundindo a agricultura com bases ecológicas, para que seus impactos multifuncionais sejam rapidamente disseminados através das comunidades rurais na busca da equidade e inclusão social. Será um disseminador de técnicas, normas e procedimentos que visem à incorporação no planejamento da produção e das atividades agrícolas com base nos princípios da ecologia, na economia solidária, na gestão social, na agroindústria e no turismo rural como complementos à economia familiar, bem como na promoção e no desenvolvimento rural da região sob critérios de sustentabilidade.

O perfil deste profissional observará um a uma visão holística focada no desenvolvimento sustentável, na segurança alimentar e no trabalho ético, autônomo, pró-ativo e inovador.  Terá também habilidades de comunicação para orientar os agricultores numa concepção associativista, aplicando e respeitando as normas de proteção ao meio-ambiente e de prevenção, higiene e segurança no trabalho.
Na construção da Matriz Curricular de Referência do curso de Agroecologia foram considerados os Referenciais Curriculares Nacionais da Educação profissional de Nível Técnico, o Catálogo Nacional dos Cursos Técnicos, a Classificação Brasileira de Ocupações e a legislação vigente.
A metodologia utilizada constituiu-se na interação entre especialistas, coordenadores e  professores representantes dos Institutos Federais que compõem a Rede Federal de Ensino Técnico e Tecnológico, oriundos de diversos estados da Federação.
Esta Matriz Curricular tem como objetivo servir de referência nacional para elaboração de projetos de cursos técnicos de Agroecologia, obedecendo a determinações específicas do Programa e-Tec Brasil e à especificidade de cada região.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.