Sem Comentarios

Mulher é morta a facadas em Vera Cruz

O marido é o principal suspeito - Foto: Reprodução | Facebook
O marido é o principal suspeito
Reprodução | Facebook
A pedagoga Helem Moreira, de 28 anos, foi morta a facadas, na manhã desta sexta-feira, 9, no município de Vera Cruz, na Bahia. O marido, que estava com ela há 14 anos, é suspeito de ter cometido o feminicídio, assassinato brutal sofrido por mulheres.
Segundo contou o delegado Geovane Paranhos, da 24ª Delegacia Territorial (DT) de Vera Cruz ao Portal A TARDE, o crime teria sido motivado por ciúmes, após o taxista Ângelo Silva de Souza, de 25 anos, desconfiar de algo encontrado no celular da vítima. Ele a golpeou com três facadas no pescoço.
Os pais do homem, que moram no mesmo prédio do casal, ouviram um barulho e foram até a casa, encontrando o corpo da nora no chão e Ângelo sentado na sala. O suspeito teria dito aos pais que iria procurar ajuda, mas fugiu. Os dois foram então até um posto policial próximo à residência e pediram socorro, mas a mulher já estava morta.
O corpo de Helem já está no Instituto Médico Legal (IML). O delegado vai solicitar à Justiça a prisão preventiva de Ângelo, que continua sendo procurado. Há suspeitas de que ele estaria em Santo Antônio de Jesus.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.