Sem Comentarios

Temer se movimenta para anular depoimentos de delatores da Odebrecht

As últimas delações dos executivos da Odebrecht tem deixado o presidente Michel Temer incomodado. O parlamentar tenta com sua equipe jurídica anular os depoimentos alegando que tanto a convocação de Marcelo Odebrecht como a de outros empresários pelo ministro do TSE Herman Benjamin, baseou-se em ato ilegal.
O ponto chave da defesa afirma que o relator não poderia ter pedido o depoimento a partir de uma “prova ilícita”. O TSE conseguiu chegar em Temer através do vazamento da delação premiada do ex-diretor da Odebrecht Cláudio Melo Filho. A delação estava sob sigilo.
Marcelo Odebrecht disse em sua delação feita nesta semana que o valor acertado para a campanha presidencial da chapa Dilma-Temer, em 2014, foi de R$ 150 milhões, sendo uma parte por meio de caixa 2.
Dilma e Temer negaram a acusação. Isso sem dúvida balançou o governo Temer, se comprovado o presidente pode até perder o mandato.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.