Sem Comentarios

Marqueteiro do PMDB admite que 'pesou no tom' de publicidade


Autor da campanha que condicionou a não aprovação da reforma da Previdência ao fim do Bolsa Família, o marqueteiro Lula Guimarães teria procurado peemedebistas para reconhecer que pesou no tom. O tesoureiro do partido, o senador Eunício Oliveira, ameaçou não pagar pela publicidade. 
 
A propanda trazia ainda um link para o site da Casa Civil com notícia do dia 15 de fevereiro, quando o ministro Eliseu Padilha participou de audiência na Câmara dos Deputados para tratar do tema. Na ocasião, o ministro defendeu a reforma da Previdência "para evitar um estrangulamento dos gastos discricionários, como investimentos em infraestrutura e gastos sociais, por exemplo".

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.