Sem Comentarios

Assessor de Trump renuncia através de carta, onde admite que mentiu para vice-presidente


Após escândalo sobre uma conversa que teve com um embaixador russo nos Estados Unidos, Michael Flyn, braço direito do presidente Donald Trump, que vinha desempenhando papel importante no que diz respeito a segurança norte-americana, renunciou.
A renúncia de Flynn ocorreu depois de notícias de que ele enganou o vice-presidente norte-americano, Mike Pence, e outros funcionários do governo além de mentir sobre o teor de suas conversas com o embaixador da Rússia antes mesmo de Trump tomar posse.
Flyn se demitiu através de carta enviada à Casa Branca, documento onde admitiu que deu “informações incompletas” a Pence sobre conversas confidenciais de transição do governo Obama para Trump.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.