Sem Comentarios

Ligação clandestina desviava 40 mil litros de água por dia em Barreiras


A Empresa Baiana de Água e Saneamento (Embasa) desmontou, no início desse ano, redes clandestinas que desviavam cerca de 40 mil litros de água tratada por dia, na zona rural de Barreiras, distante 858 quilômetros de Salvador.
As comunidades de Riachinho, Nanica e Barreiras Norte eram abastecidas pela rede desviada, mas começaram a reclamar da falta de água na região. Isso levantou as suspeitas dos técnicos da Embasa, que, após averiguarem a ocorrência, descobriram o chamado “gato”.
A Empresa não divulgou informações sobre os suspeitos do crime.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.