Sem Comentarios

Incêndio provocado por telefone que estava carregando na tomada destrói casa no Reino Unido


O quarto de uma adolescente, no Reino Unido, pegou fogo após ela deixar o celular carregando durante a noite. Caitlin Rae Durant, de 15 anos, conseguiu fugir do incêndio, que destruiu todo o cômodo. A família ficará afastada da casa por seis meses. O aparelho, um iPhone, foi deixado carregando em cima da cama da jovem e superaqueceu, provocando o fogo.
O corpo de bombeiros local liberou fotos do quarto da adolescente como forma de alerta para a população."Desligue os carregadores e desconecte-os antes de ir para a cama. Nunca deixe itens sob carga ou desacompanhados por longos períodos", disse Stuart Millington, gerente sênior de segurança contra incêndio da North Wales Police, em entrevista ao site "Metro.Uk"
Quarto antes do incêndio
Quarto antes do incêndio Foto: Reprodução/Facebook/Gemma

A mãe de Caitlin, Gemma Durant, disse que, apesar de o incêndio ter ocorrido no segundo andar da casa, tudo foi destruído. "O andar de baixo foi inundado devido ao volume de água que teve de ser bombeado para extinguir o fogo. Tudo sofreu danos também pela fumaça. No momento estamos aguardando para ver se os especialistas encontram alguns itens que puderam ser salvos e poderão ser restaurados", disse.

Em um post no Facebook, Gemma ainda agradeceu o apoio que tem recebido de vizinhos e pessoas que se solidarizaram com a história. "Obrigada a todos que tem estado em contato, enviando seu amor, oferta de ajuda e roupas para as crianças. Estamos todos bem, meus filhos estão bem. Vamos seguir em frente e substituir os itens que perdemos", escreveu.
Incêndio começou após telefone superaquecer
Incêndio começou após telefone superaquecer Foto: Reprodução/Facebook Gemma
Gemma ainda completou fazendo um alerta. "Compartilho as fotos com todos vocês aqui para mostrar a devastação que algo tão simples, como deixar seu telefone carregando, pode causar. Por favor, compartilhe, mostre seus filhos. Nós conseguimos nos salvar, mas poderia ter sido muito pior. Caitlin também não quer que isso aconteça com mais ninguém", publicou.
Este não é o primeiro caso de superaquecimento provocado por iPhones que superaqueceram enquanto eram carregados. Uma mulher grávida publicou em seu Facebook uma foto em que mostra queimaduras sofridas após ter adormecido com o Iphone 7 em seu braço, enquanto o aparelho carregava. A australiana Melanie Tan Pelaez, de 34 anos, estava vendo vídeos em seu celular, que estava conectado à tomada, quando cochilou. Ao acordar, ficou chocada ao reparar na enorme marca deixada pelo aparelho e o carregador em sua pele.
Melanie teve o braço queimado
Melanie teve o braço queimado Foto: Reprodução/Facebook
De acordo com o site "Metro UK", a Apple negou que o telefone possa ser o responsável pela lesão, uma vez que não tinha cheiro de queimado. Além disso, a empresa disse ainda que os aparelhos da marca desligam sozinhos quando superaquecem, mas enviou o aparelho da australiana para análise.

extra.globo.com



Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.