Sem Comentarios

Ex-integrante de máfia italiana é preso na Bahia durante operação da Polícia Federal


Um ex-integrante da máfia siciliana,  conhecida como Cosa Nostra, foi preso na operação Sicília, deflagrada nesta terça-feira, 4, pela Polícia Federal (PF), contra o tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro nas cidades de Salvador, Lauro de Freitas, Itaparica e Jequié, todas localizadas na Bahia.
Ao todo, sete pessoas foram presas por força de mandado de prisão temporária , no período de trinta dias, e outras três foram presas em flagrante. Dez alvos não foram encontrados e são considerados foragidos, segundo a PF.
O suspeito preso que inspirou o nome da operação é um brasileiro crescido na Itália e ex-integrante da Cosa Nostra, além de ser parceiro de Tommaso Buscetta, um dos mais conhecidos membros da organização criminosa originária no sul da Itália. Ele ainda acumulou um patrimônio avaliado em R$ 5 milhões, proveniente de crimes.
De acordo com informações da PF, as investigações começaram em 2016, quando uma organização criminosa estrangeira foi identificada agindo na capital baiana. Os suspeitos, que possuem passagens pela polícia por tráfico de drogas, enviavam os entorpecentes puros para o exterior.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.