Sem Comentarios

Estudo aponta que mais de um quarto dos pontos wi-fi não são seguros

Se você é do tipo que chega num bar ou restaurante e vai logo pedindo a senha do wi-fi, é bom ficar atento com as informações que você disponibiliza na internet. Um estudo feito pela empresa russa Kaspersky Lab, em 31 milhões de pontos de acesso de internet sem fio do mundo, mostrou que 28% dos pontos podem colocar em risco os dados pessoais dos usuários.


A empresa constatou que esses pontos de wi-fi não usam qualquer tipo de criptografia ou proteção por senha, tornando as informações, como mensagens e senhas, expostas e susceptíveis para serem usadas por criminosos.
A recomendação é não utilizar pontos de acesso públicos para realizar transações bancárias, login em sites ou compras pela internet.
Apenas os usuários que utilizam o protocolo Wi-Fi Protected Access (WPA) estarão protegidos, já que nesses casos, a dificuldade para invadir a rede depende das configurações e da força da senha utilizada.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.