Sem Comentarios

Campanha Ligadas por Fios arrecada mais de 100 kg de cabelo para mulheres com câncer

Cabelo arrecadado é suficiente para confeccionar cerca de 250 perucas | Foto: Rafael Muller | Ag A TARDE - Foto: Rafael Muller | Ag A TARDE

Lançada no dia 25 de setembro, a campanha Ligadas por Fios, promovida pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), arrecadou mais de 100 kg de cabelo, além de acessórios que serão doados para mulheres com câncer. Até a tarde desta quinta-feira, 7, o órgão ainda recebia doações no Centro de Operações e Inteligência (COI), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), onde foi realizada uma cerimônia para apresentar os resultados da ação.
A quantidade de cabelo arrecadada é suficiente para a confecção de cerca de 250 perucas que serão distribuídas pelo Instituto Amor em Mechas, de São Paulo, à mulheres de todo o Brasil, sendo 50% destinada a pacientes do Estado da Bahia.
Secretário de Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, falou um pouco sobre a campanha | Foto: Rafael Muller | Ag A TARDE
Secretário de Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, falou um pouco sobre a campanha | Foto: Rafael Muller | Ag A TARDE
"Nossa missão vai além de fazer pela segurança pública, temos buscado fazer com que as nossas organizações se engajem em ações como essa. Temos a convicção que isso traz uma melhora na imagem da secretaria e organizações, aproxima a comunidade das polícias. A polícia é abraçada pela comunidade, a partir do momento que ela convive com os problemas dessa sociedade e passa a contribuir para a resolução disso", afirma o Secretário de Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.
Durante o evento, o superintendente de Prevenção à Violência (Sprev), Coronel Lázaro Raimundo, fez um balanço da campanha e agradeceu a todos que participaram. "Tínhamos um expectativa de chegar em 30 ou 40 kg de cabelo, mas a participação da sociedade e dos nossos servidores foi muito intensa e dessa forma chegamos a um número bastante representativo", diz o superintendente.
Sobre a escolha do Instituto de São Paulo, o coronel informou que houve um dificuldade de encontrar uma instituição especializada em realizar esse trabalho com pacientes oncológicas. "Quando nós começamos a buscar tivemos uma dificuldade em identificar um Instituto que já tivesse uma experiência consolidada na fabricação da peruca, no cadastramento de pessoas que efetivamente tivessem com esse tipo de problema e não fosse picareta, porque essa quantidade de cabelo representa uma quantidade muito boa de dinheiro", destaca o Coronel.
O material será dividido em kits que serão entregues a mulheres e crianças cadastradas no Instituto. A paciente oncológica Maria Tereza que receberia o primeiro kit, mas não pôde comparecer ao evento, enviou uma mensagem de agradecimento que foi exibida para as autoridades presentes.
Mulheres baianas receberão 50% do material arrecadado | Foto: Rafael Muller | Ag A TARDE
Mulheres baianas receberão 50% do material arrecadado | Foto: Rafael Muller | Ag A TARDE
Maria Tereza também foi protagonista do clipe de uma música da banda Sem Intenção, que retrata a história de uma mulher sendo abandonada após a receber o diagnóstico de câncer. "A gente começou uma campanha através da Tereza, com dados estatísticos, cerca de 70% das mulheres são abandonadas por seus companheiros após descobrir que tem câncer, por exemplo", comenta Danilo Cruz, vocalista da banda.
"A letra fala sobre o abandono e a gente quis trabalhar no clipe sobre mulheres que descobram que tem câncer de mama e são abandonadas por seus parceiros", complementa o integrantes da banda Gabriel Nogueira.

*Sob supervisão da editora Keyla Pereira

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.