Sem Comentarios

SOCIEDADE DE JUAZEIRO VAI ÀS RUAS EM DEFESA DA PREVIDÊNCIA E DA EDUCAÇÃO PÚBLICA


A população de Juazeiro sairá às ruas na próxima quarta (15) para protestar contra a proposta de reforma da Previdência, encaminhada ao Congresso Nacional pelo Governo Bolsonaro. O protesto também tem na pauta a defesa da educação pública, que sofreu cortes significativos do Governo Federal no orçamento de 2019 para a manutenção das universidades e institutos federais.
Há pouco mais de cinco meses governando o país, Bolsonaro enfrenta altas taxas de rejeição. O mesmo acontece com boa parte de suas propostas e decisões, a exemplo da Reforma da Previdência, projeto encaminhado pelo atual governo ao congresso, com o argumento de que seria o “melhor para o Brasil”. Entretanto, a proposta encontra forte resistência da população, ao perceber que esta reforma que tramita no legislativo mantém privilégios dos mais ricos, enquanto elimina dos mais pobres direitos conquistados à custa de muita luta e articulação política.
Nos últimos dias, o anúncio de cortar 30% das verbas para universidades públicas, aumentou o número de pessoas indignadas com as decisões do atual governo. Os ensinos técnico e superior, que desde 2016 já estavam passando por uma redução de verbas que precarizava sua ação, encerrando um ciclo de melhoria da educação técnica e superior que o Brasil viveu nos governos do Partido dos Trabalhadores – PT, agora está diante de uma situação que pode inviabilizar até serviços como limpeza e segurança, essenciais para a manutenção de equipamentos públicos.
A manifestação nacional prevista para 15 de maio também defende a continuidade dos investimentos em pesquisa e se colocará contra a privatização das universidades públicas. Em algumas cidades a mobilização é vista como um preparativo para uma greve geral a ser realizada em junho.
Mobilização em Juazeiro
Em Juazeiro o ato público, organizado pela Frente Brasil Popular, deverá reunir um público diverso, incluindo estudantes, professores e técnicos/as de instituições de ensino superior. A mobilização terá início às 08h:30 do dia 15 de maio, em frente ao INSS, na Avenida Adolfo Viana e seguirá para a Praça Barão do Rio Branco (rua dos bancos). Durante o percurso haverá falas de representantes de movimentos sociais e sindicatos, intercalada com animação de uma banda.

Ascom Frente Brasil Popular
Reprodução: Blog do Geraldo José

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.