Sem Comentarios

Café, saúde e emagrecimento


Cafeína presente na bebida é potencialmente útil como reguladora do peso corporal - Foto: Ilustração | Freepik
Sabe aquele cafezinho nosso de cada dia? Ele pode se tornar um grande aliado na perda de peso! A cafeína presente no café é um alcaloide do grupo das xantinas que atua no sistema nervoso simpático, aumentando os níveis de noradrenalina e causando redução da fome, aumento do gasto energético, termogênese e oxidação de gorduras. Devido a tudo isso, a substância, portanto, é potencialmente útil como reguladora do peso corporal.

Um estudo publicado em 2017, no Journal of Basic Clinical Physiology and Pharmacology, mostrou que o consumo de cafeína foi capaz de aumentar a termogênese e gasto energético durante a atividade física, quando em comparação à mesma atividade sem ela. E não pense que foram horas de academia. Esse ótimo resultado ocorreu em apenas 25 minutos de caminhada!
A cafeína também pode ser encontrada em alimentos, como o chocolate. Se essa for a sua escolha, opte pelo amargo com maior teor de cacau que possui menor quantidade de açúcar e maior concentração da substância. Além do café, existem outros alimentos que ajudam a acelerar o metabolismo como as pimentas, gengibre, guaraná e chá verde. 
Uma publicação do International Jornal of Obesity, avaliou o efeito da suplementação de cafeína associada a outros compostos termogênicos como a capsaicina (da pimenta), catequinas (do chá verde) e tirosina (abacate, nozes) na termogênese e perda de gordura corporal. Após oito semanas, os resultados comprovaram o maior aumento da termogênese e redução de gordura corporal no grupo que utilizou a suplementação, quando comparados ao grupo que não usou.
O consumo de café pode ajudar também na redução da mortalidade devido a diversos compostos bioativos. Dentre eles, podemos destacar dois ácidos: o ferúlico e o clorogênico, que tem o poder de inibir a Inflamação, reduzindo assim o risco de doenças neurodegenerativas, cardiovasculares e obesidade.
Mas nada de exagerar, ok? Em excesso, a cafeína pode ser prejudicial à saúde e desencadear enxaqueca, promover alterações de humor e irritabilidade, insônia, dentre outros. Essas reações variam de pessoa para pessoa. É como tudo na vida: nem tudo que é bom, é bom para todo mundo! Existem pessoas que possuem dificuldade para metabolizar a cafeína e não se sentem bem com essa bebida. Para essas pessoas é melhor não tomar.
Detalhe importante: sem açúcar! É importante que não adoce, nem com açúcar, nem com adoçante. Experimente colocar um pouco de canela, de cacau em pó, óleo de coco ou um pedaço da casca de limão e descubra novos sabores. E claro, evite o consumo de noite para não atrapalhar o sono.
Dra. Manoela Souza
Dra. Manoela Oliveira de Souza é Médica do Trabalho, com pós graduação em Envelhecimento Saudável. Ajuda pessoas a prevenir doenças através do emagrecimento e estilo de vida saudável, sem radicalismos
Instagram: dramanoelasouza

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.