Sem Comentarios

UFC 239: presidente revela card do evento, baiana é destaque


O presidente do UFC, Dana White, revelou os nomes dos lutadores que participarão das lutas principais do UFC 239, evento agendado para o dia 6 julho, em Las Vegas (EUA). Duas grandes disputas de cinturão vão estrelar o evento. O americano Jon Jones defende o seu título contra o brasileiro Thiago Marreta,  já a baiana Amanda Nunes encara Holly Holm, para manter o reinado do peso galo feminino.
Amanda x Holm
Única mulher campeã em duas categorias do UFC, Amanda Nunes volta a divisão de galos depois de conquistar o título dos penas. A Leoa tem um histórico de 17 vitórias e quatro derrotas como atleta profissional. A baiana, que conquistou o cinturão dos galos no histórico UFC 200, em julho de 2016, fará sua quarta defesa de título. Ela já colocou o reinado do peso galo em jogo diante de: Rounda Rousey, Valentina Shevchenko e Raquel Pennington

Em sua última apresentação, em dezembro de 2018, Amanda subiu ao peso pena e destronou a compatriota Cris Cyborg no posto de campeã.
Holm, de 37 anos, tem um histórico de 12 vitórias e quatro derrotas como profissional. A ‘Filha do Pastor’, como é conhecida, conquistou fama ao se tornar a primeira atleta a derrotar Ronda Rousey no UFC 193, realizado em 2015. O triunfo valeu a conquista do cinturão peso galo feminino, entretanto o reinado da norte-americana durou pouco. No UFC 196, em 2016, ela perdeu o título diante de Miesha Tate. Holly ainda teve a chance de conquistar o cinturão do Ultimate em mais duas oportunidades no peso pena (até 65,7 kg.), mas ela foi derrotada por Germaine de Randamie no UFC 208 e Cris Cyborg no UFC 219, ambas as lutas em 2017.
Em sua última luta, Holm derrotou Megan Anderson na decisão unânime dos juízes no UFC 225, em junho do ano passado.
Jones x Marreta
Thiago Marreta chega para o maior desafio de sua carreira com um cartel de 21 vitórias e seis derrotas. O brasileiro, que ocupa a terceira posição no ranking da categoria, vem de quatro triunfos consecutivos, desde que subiu aos meio-pesados. Em sua última luta, ele derrotou Jan Blachowicz, em fevereiro deste ano.
Considerado por muitos como o maior lutador de todos os tempos, Jon Jones tem um histórico de 24 vitórias, uma derrota e uma luta sem resultado. Desde que voltou da suspensão por doping, em dezembro de 2018, ‘Bones’ derrotou Alexander Gustafsson, no UFC 232, reconquistando o título da categoria, e defendeu seu reinado contra Anthony Smith no UFC 235, no início deste mês.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.