Sem Comentarios

EM RECIFE:EAF conquista 13 medalhas no Campeonato Pernambucano SUB 20 e II Festival Aberto

Ticiane, Alessandro, Núbia, Ferreirinha, Erivania, Emilly e Jonathas
Um final de semana inesquecível para a Escolinha de Atletismo Flamengo e todos os 06(seis) atletas que a insistente entidade conseguiu levar ao Campeonato Pernambucano SUB 20 em Recife no último final de semana. Eles obtiveram excelentes resultados, que agora serão elencados por ordem alfabética, mas é importante ressaltar que ainda mais importante do que todas as medalhas, foram os momentos de intercâmbio, o turismo realizado, o conhecimento  adquirido e a visita a uma das mais belas capitais brasileiras.,
Vamos aos resultados que certamente colocarão eles em boas posições no ranking nacional:
ALESSANDRO SOUZA BONFIM conquistou duas medalhas (ouro nos 3.000 metros com obstáculos e prata nos 5.000 metros rasos). O garoto de 17 anos correu ainda a prova dos 1.500 metros rasos para adultos e finalizou em quarto lugar.
EMILLY DE MIRANDA RIOS, 16 anos, também levou para Campo Formoso e para o Colégio Polivalente onde ela foi descoberta nas aulas de Educação Física, duas medalhas de bronze (100 e 200 metros rasos).
O também campoformosense JONATAS NATANAEL PASSOS DA SILVA, que mora em Flamengo faz dois anos, ganhou três medalhas, (ouro nos 800 e 1.500 metros rasos SUB 20 e bronze nos 800 metros rasos adulto), ratificando o potencial que tem os atletas descobertos nos Jogos Escolares em Campo Formoso. Ele tem 16 anos e vem do Colégio Davino Carneiro de São Tomé.
As duas medalhas de ERIVANIA DA SILVA CRUZ, 18 anos, ex marchadora, (bronze nos 5.000 metros rasos e ouro nos 3.000 metros com obstáculos) serviram para provar que ela tem talento para correr, marchar e saltar.
A moradora de Curral da Ponta, Zona Rural de Campo Formoso, NÚBIA DE OLIVEIRA,
levou para o seu Colégio Luzia de Freitas duas medalhas, (ouro nos 800 metros rasos SUB 20 e prata nos 800 metros adulto). Essa garotinha de 16 anos e pouco mais de 1 metro e 50 se agigantou em uma prova que ela ainda nem sabia que existia, visto que nos jogos disputados na escola e no intercolegial só existe uma prova longa, que não tem nada a ver com a característica física da menina.
Só o espetacular ATLETISMO é capaz de revelar talentos com praticantes numa grande diversidade de tamanhos, pesos, idades, sobretudo de condições financeiras, por ser uma modalidade simples e democrática.
Núbia, Emilly e Alessandro, juntamente com o seu professor/treinador Ferreirinha, estão convocados para a Seleção Baiana de Atletismo Escolar que participa da Seletiva Nacional em Natal-RN, entre os dias 11 e 14 de abril de 2019.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.