Sem Comentarios

Ministério Público pede que Google tire do ar vídeos de youtubers mirins!



Que bafão! O Ministério Público do Estado de São Paulo entrou com uma ação civil pública solicitando que o Google retire do ar vídeos de youtubers mirins que fazem propaganda disfarçada de brinquedos e de outros produtos para o público infantil.
A promotoria lista uma série de vídeos que devem ser retirados. Na maioria deles, as crianças e adolescentes abrem brinquedos, como a coleção de bonecas LOL, comercializada no Brasil pela Candide.

A ação foi motivada por uma denúncia do Instituto Alana após uma série de vídeos da youtuber Julia Silva, de 13 anos, que traz as bonecas Monster High, comercializadas pela Mattel. A promoção incentivava as seguidoras do canal a cumprirem desafios. As melhores seriam premiadas com os brinquedos e se encontrariam com a personalidade mirim. Além de Júlia, são os alvos da ação os youtubers Felipe Calixto, 18, Manoela Antelo, 13, Gabriela Saraivah, 14, Marina Bombonato, 14, Duda MH, 12, e Amanda de Carvalho, 13, do canal Vida de Amy.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.