Sem Comentarios

Ataques a bancos com reféns deixam 12 mortos no interior do Ceará

Normando SORACLES / Agencia Miseria,AFP


Pelo menos 12 pessoas morreram em uma tentativa de assalto a duas agências bancárias em Milagres, cidade de 10,3 mil habitantes do interior do Ceará, na madrugada desta sexta-feira (7). Segundo informações do portal G1, entre os mortos estão duas crianças, de 10 e 13 anos.
Ainda conforme a publicação, seis reféns morreram na ação, cinco deles da mesma família. As vítimas ainda não foram identificadas. 
Dois suspeitos de participarem da tentativa de assalto foram presos, segundo o secretário da Segurança do Ceará, delegado André Costa. Em entrevista ao jornal Diário do Nordeste, ele disse que não se deve fazer um julgamento antecipado da ação policial.
— O momento é de sermos responsáveis a aguardar a apuração que será feita — ressaltou Costa, acrescentando que confia no trabalho da polícia. — É muito dificil, de longe, fazer um julgamento sobre a ação dos policiais no meio de um tiroteio.
O momento é de sermos responsáveis a aguardar a apuração que será feita — ressaltou Costa, acrescentando que confia no trabalho da polícia. — É muito dificil, de longe, fazer um julgamento sobre a ação dos policiais no meio de um tiroteio.
As informações, conforme o secretário, ainda são muito preliminares e não se "se sabe o que aconteceu":
— A informação preliminar que recebemos é que um dos criminosos presos acabou dizendo que matou pessoas que estavam no local e não eram da quadrilha. Mas toda informação é insuficiente. O trabalho da perícia é importante e a investigação,
Inicialmente, a Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Perícia Forense (antigo IML) da cidade de Juazeiro do Norte informou  que 13 pessoas morreram no tiroteio. Contudo, em nota, a Secretaria de Segurança do Estado confirmou 12 óbitos. Um suspeito foi ferido durante a troca de tiros e está internado em um hospital da cidade.  

Como ocorreu o confronto

A tentativa de roubo ocorreu por volta de 2h17min. Segundo o jornal O Povo, de Fortaleza, cerca de 30 criminosos participaram da ação. Diversas viaturas da Polícia Militar foram usadas para conter a quadrilha, e houve intensa troca de tiros entre policiais e criminosos.

Os assaltantes não conseguiram levar dinheiro de nenhuma das agências, que ficam no centro do município cearense – localizado a 487 quilômetros de Fortaleza. 
Durante a fuga, na rodovia BR-116, os criminosos abordaram uma família que estava em um veículo e os fizeram de reféns. A família saiu de Serra Talhada, em Pernambuco, para pegar um avião no aeroporto de Juazeiro do Norte, no Ceará. A quadrilha usou um caminhão para bloquear a via e parar o veículo. 
Enquanto a família estava sob domínio dos criminosos, policiais trocaram tiros com a quadrilha. Todos os reféns morreram. As vítimas ainda não foram identificadas pela polícia. As circunstâncias exatas do crime ainda não foram esclarecidas.
A Secretaria de Segurança Pública do Ceará deve se manifestar no início da tarde.
Segundo o diretor do Sindicato do Bancários do Ceará, Gabriel Mota, a cidade já havia sido alvo de uma tentativa de ataque na semana passada e, por isso, a polícia vinha investigando a ação da quadrilha, interceptando os bandidos no momento da ação.

Prefeitura pede que moradores fiquem em casa

Em nota oficial, a prefeitura de Milagres informou que todos os serviços da administração municipal foram suspensos nesta sexta-feira e ainda pediu que os moradores "permaneçam em suas casas até que a ordem seja restabelecida". De acordo com a prefeitura, a medida obedece orientações da Polícia Militar

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.