Sem Comentarios

Empresária morre após passar por procedimento estético no Rio

Fernanda fez preenchimento nos glúteos

A microempresária Fernanda Assis morreu, na tarde do último sábado (13), após dar entrada no Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro.
Segundo parentes e amigos, ela se submeteu a um procedimento estético para preenchimento dos glúteos, no início da semana, e teria usado a substância conhecida como metacril — nome comercial do polimetilmetacrilato, produto sintético, similar ao acrílico, utilizado como preenchimento em diferentes áreas do corpo e da face.
Na noite da quinta-feira (11), Fernanda passou mal. Na manhã do dia seguinte, a empresária deu entrada no hospital, com inchaço no corpo e dificuldade para respirar. No sábado, seu quadro de saúde se agravou e ela precisou ser entubada, mas sofreu uma parada cardiorrespiratória e acabou não resistindo.
A vítima era proprietária de uma clínica de estética em Ricardo de Albuquerque, na zona norte.
A mulher apontada como responsável pelo procedimento ainda não foi encontrada pela Polícia Civil.
O namorado da microempresária fez uma postagem emocionada em seu perfil no Facebook. "O problema todo é esse imenso vazio sem você aqui.... Bati na cama e cadê você para deitar comigo", escreveu Alex Fernando.

r7

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.