Sem Comentarios

Bolsonaro ironiza ida de mulheres às ruas: ‘Minorias contra mim’


O deputado Jair Bolsonaro concedeu entrevista ao jornal “O Globo” neste domingo (30) e minimizou as manifestações convocadas por mulheres na campanha #EleNão e que reuniram milhares de pessoas contra ele nas ruas de 26 estados e do Distrito Federal, além de 66 cidades do exterior, no sábado (29), mesmo dia em que ele deixou o hospital Albert Einstein, em São Paulo, e foi para a casa, no Rio de Janeiro.

“Sobre as manifestações de ontem, só vi um certo vulto no Rio de Janeiro e em São Paulo. No resto do Brasil foi um desastre. São apenas minorias contra mim, não existe isso de rejeição de eleitorado feminino ao meu nome”, disse o candidato do PSL à Presidência da República.
Considerando a última pesquisa Datafolha, divulgada na sexta-feira (28), a declaração de Bolsonaro soa incoerente. Segundo os dados, o presidenciável enfrenta uma rejeição crescente entre as mulheres: ele pulou de 49% para 52%. Além disso, de acordo com o TSE, o Brasil conta com 12 milhões de eleitores, 4,5 milhões a mais do que 2014. Desse número, as mulheres são maioria: 7,5 milhões de votos a mais que os homens.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.