Sem Comentarios

Presidente de sindicato faz apelo pelo whatsApp para que caminhoneiros voltem a trabalhar

No 8° dia da greve dos caminhoneiros, protestos continuam nas estradas, restringindo a passagem de veículos mesmo após o governo anunciar novas medidas e sindicatos de caminhoneiros recomendarem o fim do movimento. De acordo com o "G1", manifestantes continuavam a mobilização nesta manhã em 22 estados — Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins — e no Distrito Federal.
De acordo com O Globo, o presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), José da Fonseca Lopes, disse que desde a madrugada está fazendo apelos, por WhatsApp, à categoria para retomar suas atividades. Ele afirmou que muitos caminhoneiros ainda não estão informados sobre o novo acordo fechado na noite de domingo entre os líderes do movimento e o governo para acabar com a greve.
Um bloqueio feito com fogo interditou completamente o trânsito da Rodovia Raposo Tavares, no sentido São Paulo, no início da manhã desta segunda-feira . A informação é da "TV Globo". O protesto aconteceu na altura do Km 29, na altura de Cotia, na Grande São Paulo, no trecho um pouco antes do Rodoanel. No sentido oposto, o trânsito seguiu sem qualquer impedimento.
Na segunda semana dos protestos, os impactos nos serviços para a população se ampliaram. Universidades públicas e privadas suspenderam aulas, a Prefeitura do Rio
Bahia
O protesto de caminhoneiros completa oito dias nesta segunda-feira (28). Em rodovias baianas, alguns trabalhadores ainda mantêm o bloqueio em alguns pontos (Veja aqui), de acordo com a concessionária Bahia Norte, que administra rodovias na Bahia. 

A concessionária Via Bahia afirma que no trecho da BR-324 em Amélia Rodrigues há protesto de caminhoneiros, sem retenção no trânsito. Já de acordo com a ViaBahia, concessionária que administra trechos da BR-116, há pontos de protesto de caminhoneiros em Itatim, Vitória da Conquista, Milagres, Jequié, Poções, Santo Estevão e Manoel Vitorino.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.