Sem Comentarios

VEREADOR CHAMA AGNALDO TIMÓTEO DE 'MACACO GORDO' APÓS VÍDEO POLÊMICO


O vereador de Parobé (RS), Elario Carlos Jahn (PMDB), será investigado após chamar o 
cantor Agnaldo Timóteo de "macaco gordo". O caso ocorreu durante a sessão da última 
terça-feira (20). O xingamento ocorreu após o músico postar um vídeo, no último domingo (18), 
defendendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Nas imagens, Agnaldo também 
chama gaúchos, curitibanos e catarinenses de "ingratos" e "elitistas". No entanto, o 
cantor já pediu desculpas.
"Estou aqui para me retratar da minha conduta irresponsável, babaca, grosseira relacionada 
aos povos do Sul", afirmou o artista em novo vídeo. De acordo com o G1, o vereador ofendeu 
Timóteo no final de seu pronunciamento na tribuna. Jahn se retratou e o áudio foi removido do 
site oficial da Câmara de Vereadores.
"Não podia deixar de comentar. Aquele macaco gordo do Agnaldo Timóteo que bateu em nós, 
gaúchos. A gente não pode levar laço dum cara, né? Se ele vier a Parobé, quiser fazer um 
showzinho, nem de helicóptero ele não sai. Pode ter certeza", afirmou. Nesta quinta (22), uma 
Comissão de Ética foi criada para analisar se houve, ou não, quebra de decoro parlamentar. 
O grupo será formado por vereadores indicados pelos líderes de bancada: Gilberto Gomes 
(PRB), Jorge Graminha (PP) e Antônio Carlos dos Santos (PDT).

G1

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.