Sem Comentarios

Nova Canaã: após denúncia de pais, prefeitura firma licitação milionária para compra de material escolar


Recentemente, o BNews publicou que pais e responsáveis por alunos da rede municipal da cidade de Nova Canaã, no centro sul baiano, foram surpreendidos com uma lista de material escolar apresentada durante reunião escolar na volta às aulas.
A denúncia foi feita por um tio de seis estudantes do ensino fundamental, no dia 12 deste mês. “Fomos surpreendidos com a solicitação de compra de materiais escolares para cada um”, relata o homem que teme por represália e prefere não se identificar. Na oportunidade, eles também foram avisados que teriam que comprar um módulo por R$ 30.
No último dia 13, foi publicado no Diário do Município, o extrato de uma licitação fornecimento de materiais escolares, didáticos e materiais de expedientes para usos das secretarias municipais. O valor do contrato firmado com a APL Gomes Magazine foi de R$ 1.255.251,58.
Procurada pelo site na semana passada, a secretária de Educação, Roberta Sodré negou a exigência de compra de material escolar. “A gente vai investigar isso. A escola não dá relação nenhuma de material. Os livros são doados pelo governo. A gente não obriga ninguém a comprar material, mas se o pai quiser doar a gente aceita. O caderno, a caneta, o lápis, o aluno que tem que comprar”, afirmou.
De acordo com o Portal da Transparência, neste ano, a prefeitura recebeu o montante de R$ 302.011,83, referente ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDED).

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.