Sem Comentarios

PTB indicará outro nome para Ministério; Roberto Jefferson insinua que cortará verba eleitoral

Antes da reunião em que o PTB decidiu manter a indicação de Cristiane Brasil (RJ) para o Ministério do Trabalho, o líder da bancada, Jovair Arantes (GO), reuniu aliados e avisou que, após o Carnaval, indicará outro nome ao governo, de acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo.
Segundo a publicação, petebistas relatam que o pai de Brasil, Roberto Jefferson, insinuou que pode cortar verba do fundo eleitoral dos que têm se rebelado contra a indicação dela.
Nesta semana, a parlamentar afirmou que é vítima de um julgamento político e pediu à presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, celeridade na análise dos questionamentos jurídicos que têm sido feitos à sua nomeação para o Ministério do Trabalho. Em nota à imprensa, a deputada disse que sofre "campanha difamatória" e que vai continuar se esforçando para provar que não cometeu "nenhuma ilicitude".
"Não devo mais nada à Justiça Trabalhista. Estou sendo julgada política [politicamente], e não juridicamente. Tenho a ficha limpa. Mas, infelizmente, o meu julgamento superou essa esfera. Preciso que o STF decida essa questão, para que eu possa seguir minha vida política", pediu a deputada.
Indicada pelo presidente Michel Temer há pouco mais de um mês para o cargo, Cristiane não tomou posse devido a uma série de decisões liminares, da primeira e segunda instâncias.
Em entrevista à Rede TV, o presidente Michel Temer disse que vai aguardar a definição do STF, e prometeu uma reforma ministerial em abril, quando os ministros que querem disputar as eleições devem se desincompatibilizar dos cargos. "Ali vou verificar qual composição eu faço", disse.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.