Sem Comentarios

TRE monta esquema especial para atender quem não fez biometria

O serviço será das 8h às 18h, a partir da primeira semana do mês de janeiro de 2018 - Foto: Divulgação | TRE
O serviço será das 8h às 18h, a partir da primeira semana do mês de janeiro de 2018
Divulgação | TRE
Quase metade (41%) do eleitorado dos 55 municípios baianos obrigados a fazer o recadastramento biométrico ainda não realizou o serviço. Somente em Salvador, cidade que faz parte da lista, 47% dos eleitores ainda não foram aos postos do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) para fazer a biometrização. 
Nas 55 cidades, faltam 1.816.117 eleitores. Em Salvador, 938.396. “Salvador é a cidade (dentre os 55 municípios) onde os eleitores têm menos comparecido para fazer”, afirmou o presidente do TRE-BA, o desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano.
Como o período para fazer a atualização está na reta final – termina em 31 de janeiro de 2018 –, o órgão estadual montou um “esquema especial” para atender os eleitores que ainda não compareceram às unidades. “Estamos nos estruturando de modo a atender à demanda que eu sei que será grande, de última hora”, afirmou o desembargador.
Dentre as mudanças anunciadas está o atendimento aos sábados, que passará a ser realizado das 8h às 18h, a partir da primeira semana de janeiro, na sede do TRE-BA. Como nos outros dias da semana, o atendimento será feito apenas por demanda espontânea. 
Antes, o atendimento podia ser feito aos sábados, mas somente para os casos de agendamento. A marcação prévia, no entanto, foi encerrada em novembro. Além da sede do tribunal, o atendimento aos sábados será feito também na estação Pirajá (demanda espontânea) e no SAC Barra (casos já agendados).
Tempo de espera
Segundo o desembargador, a estimativa é que o tempo médio de espera diminua de quatro horas para cerca de uma hora. Por enquanto, o tempo de espera está maior que a estimativa de Rotondano. 
47%
dos eleitores de Salvador ainda não fizeram o recadastramento biométrico. Em Biritinga e Vera Cruz, somente 39,44% e 39,50%  fizeram
Nesta segunda, 18, a autônoma Míria Pereira, 48, levou cerca de cinco horas para conseguir fazer o recadastramento. Ela chegou às 5h na sede do órgão, no Centro Administrativo (CAB), e às 10h10 saiu do local. “Tinha que enfrentar. Vou fazer o quê? Pedi licença no trabalho hoje e na quarta trabalharei o dia inteiro”, disse.
A dona de casa Isonete Oliveira, 51, e a técnica de laboratório Eliane Monteiro, 38, chegaram ao TRE-BA às 5h40 e às 10h ainda aguardavam atendimento na fila. “A gente já chegou com a fila grande. Tentamos agendar, quando podia, mas não conseguimos. Viemos agora porque o prazo está terminando”, disse Isonete. “O mal do brasileiro é deixar tudo para última hora”, acrescentou Eliane.  
O esquema especial do TRE-BA contará ainda com ampliação do número de guichês de atendimento na sede do órgão. Serão criadas, a partir desta semana, 15 novas unidades, totalizando 126 equipamentos.
O recesso do órgão, que costumava ocorrer entre 20 de dezembro e 6 de janeiro, foi encurtado. O novo período será de 23 de dezembro a 1º de janeiro. No segundo dia de 2018, o atendimento será retomado.
A expectativa é que o recadastramento tenha um aumento de 30%. Atualmente, por semana, são feitos 24 mil atendimentos. Em janeiro, a estimativa é realizar a biometrização de 30 mil eleitores por semana. 
Na lista de estratégias, há, também, a convocação de 184 servidores para atuação aos sábados. Outros 47 auxiliarão diariamente o atendimento. Como compensação, contou o desembargador, eles terão as horas inscritas em um banco para folga posterior.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.