Sem Comentarios

Procon inclui em ''lista negra'' mais 71 lojas virtuais não confiáveis


Mais 71 sites de comércio eletrônico foram incluídos pelo Procon-SP (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo) em uma lista de empresas que devem ser evitadas por consumidores. No total, 275 sites constam na lista,... - Veja mais em 

De acordo com o diretor-executivo do Procon-SP, Paulo Arthur Góes, esses fornecedores virtuais não são localizados, inclusive no rastreamento feito no banco de dados de órgãos como Junta Comercial, Receita Federal e Registro BR.

Veja a lista:

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.