Sem Comentarios

'Não sou nenhuma cadela', diz Marília Mendonça para fã que jogou celular nela


A cantora Marília Mendonça foi atingida por um celular, jogado por uma pessoa da plateia, quando fazia um show em Iturama, Minas Gerais, no último domingo, 22.
Não é a primeira vez que arremessam um objeto enquanto ela canta. Em junho, Marília chamou a atenção de um homem que jogou cerveja no palco durante um show na Bahia. "Me respeita! Respeita nosso líquido sagrado. Jogue cerveja na sua avó, rapaz", disse Marília.
No domingo, ela terminava de cantar uma música quando o aparelho atingiu a mão em que ela segurava o microfone.
Inconformada, Marília começou a dar um sermão e chamou atenção do rapaz que arremessou o celular.
"Eu preciso falar alguma coisa? Eu preciso falar que isso é falta de respeito?", começou questionando. "Eu saí lá da cidade que eu estava, vim aqui com o maior carinho do mundo para fazer um show para as pessoas que querem me escutar, que querem ver meu show e não apenas tirar uma foto de mim como produto", desabafou.
Em seguida, ela se dirigiu ao homem que fazia gestos como se pedisse desculpas. "Aí você não está cantando junto comigo as minhas músicas, você ainda jogou o celular na minha cara. Eu não sou nenhuma cadela, eu estou aqui trabalhando. Trabalhei a semana inteira. Por favor, me respeite como eu estou te respeitando, respeitando o ingresso que você pagou", disse ao terminar o discurso.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.