Sem Comentarios

Rio de Janeiro: Operação mira esquema de emissão de alvarás por bombeiros

Rio de Janeiro: Operação mira esquema de emissão de alvarás por bombeiros
Foto: Reprodução / GloboNews

A Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) realizam uma operação na manhã desta terça-feira (12) para prender 38 pessoas, sendo 35 bombeiros suspeitos de receber propina para conceder licenças a estabelecimentos comerciais. Nove A mandados já tinham sido cumpridos até as 7h20. A investigação incluiu a interceptação de ligações telefônicas referentes ao esquema de corrupção destinado à expedição de alvarás mediante pagamento de propina. Entre os citados, estão comandantes de alguns batalhões, além de 30 oficiais, incluindo 10 coronéis. O centro do esquema de corrupção era o setor de engenharia do 4.º Grupamento do Bombeiro Militar de Nova Iguaçu, do 14.º Grupamento do Bombeiro Militar de Duque de Caxias e do Grupamento de Operações com Produtos Perigosos, no qual há oficiais bombeiros militares responsáveis por emitir a documentação. Os militares recebiam propina para emitir laudos técnicos de diversos estabelecimentos comerciais, de pequeno a grande porte. Para liberar as licenças, os bombeiros precisariam avaliar as instalações hidráulica e elétrica, o posicionamento da saída de emergência, entre outros aspectos de segurança. As licenças eram vendidas por R$ 750 até R$ 30 mil – o valor variava de acordo com o tamanho do estabelecimento. O esquema era dividido em três núcleos: o de liderança, composto por assessores especiais de um comandante da corporação. Dois deles, Ricardo Luiz Ferreira de Aguiar e José Augusto da Cunha Bandeira, indicavam os responsáveis pelos quartéis para aqueles que aceitassem participar do esquema. O segundo núcleo era o da engenharia, com bombeiros responsáveis pela liberação dos alvarás e licenças. O terceiro era composto por bombeiros da ativa e da reserva que faziam a intermediação do esquema de propina e recebiam o dinheiro dos comerciantes.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.