Sem Comentarios

Presidente da Funai diz que foi exonerado por “ser honesto”

O presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Antônio Fernandes Toninho Costa, foi exonerado nesta sexta-feira (5). A informação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) e ainda não há um substituto para o cargo.
A exoneração foi assinada pelo ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha.
Segundo informações do site G1, Costa teria afirmado, através de uma mensagem enviada pelo WhatsApp, que foi exonerado por ser honesto e não ter compactuado com o “malfeito”. Ele teria citado o pedido do deputado André Moura (PSC-SE), que queria colocar 20 pessoas na Funai, que “nunca viram índios em suas vidas”, segundo o ex-presidente da fundação.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.