Sem Comentarios

Reforma trabalhista prevê divisão de férias em três períodos


Segundo o texto apresentado, nesta quarta-feira (12), pelo deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), trabalhadores poderão dividir as férias em até três períodos.
Caso seja aprovado, o novo texto propõe alterações na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e prevê que um dos períodos das férias deve obrigatoriamente ser superior a 14 dias e nenhum pode ser inferior a cinco dias corridos.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.