Sem Comentarios

Loja na Austrália causa revolta ao proibir entrada de negros: 'Sempre roubam'



Uma loja de conveniência em Melbourne, na Austrália, causou polêmica e recebeu críticas após colocar um comunicado racista na porta. Em um cartaz colado na vidraça o local proíbe a entrada de cachorros e jovens negros."Porque negros entre 14 e 18 anos sempre roubam. Proibidos negros entre 14 e 18 anos e cachorros dentro da loja", diz o comunicado. Após a postagem da foto do comunicado por um usuário no Twitter, seguidores prometeram acionar a polícia para denunciar o local por racismo e crime de ódio. 
"A loja está pedindo para ter problemas com essa placa!", registrou o autor da foto, identificado apenas como Cam. A polícia australiana informou que vai investigar o caso.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.