Sem Comentarios

Acompanhe julgamento da proibição das Testemunhas de Jeová na Rússia

Julgamento teve início no dia 6 de abril e foi adiado para esta quarta-feira - Foto: Divulgação
Julgamento teve início no dia 6 de abril e foi adiado para esta quarta-feira
Divulgação
Continua nesta quarta-feira, 12, o julgamento pelo Supremo Tribunal da Rússia da suspensão das atividades religiosas das Testemunhas de Jeová no país. Segundo o governo russo, as práticas são consideradas extremistas.
Para acompanhar o relatório da sala do tribunal, acesse aqui [ao abrir a janela, o tradutor automático do seu navegador irá ser acionado para que possa ler no seu idioma no computador]. 
O porta-voz das Testemunhas de Jeová na Rússia, Ivan Belenko, denunciou à Agência Efe que a decisão das autoridades russas privará o direito à liberdade ao culto de 175 mil membros dessa comunidade no país. A proibição definitiva da prática dessa religião pode ser decidida pela Suprema Corte nesta quarta.
Em 2016, autoridades da Rússia aumentaram esforços atrás de provas que apontassem que as atividades praticadas pelas Testesmunhas de Jeová são extremistas. Em vídeo publicado na internet, é possível ver a ação das autoridades de Nezlobnaya fabricando provas contra os membros de um templo: 
O presidente da Comissão de Segurança e Cooperação da Europa, conhecida como Comissão de Helsinque, senador Roger Wicker, juntamente com o representante e co-presidente da comissão, Chris Smith e o representante e comissário Richard Hudeson, condenaram o pedido de processo do governo russo para proibir as Testemunhas de Jeová de praticar sua adoração no país.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.