Sem Comentarios

Lava Jato: Dirceu é condenado a 11 anos e 3 meses por corrupção e lavagem de dinheiro

Lava Jato: Dirceu é condenado a 11 anos e 3 meses por corrupção e lavagem de dinheiro
Foto: Agência Brasil

O ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, foi condenado mais uma vez no âmbito da Operação Lava Jato. A sentença do juiz Sergio Moro estabelece o cumprimento de 11 anos e três meses pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Dirceu recebeu propinas no valor de R$ 2,1 milhões para favorecer a empresa Apolo Tubulars em contrato para fornecimento de tubos na Petrobras entre 2008 e 2012, de acordo com a Veja. Em maio de 2016, o ex-ministro foi condenado a 23 anos e 3 meses por lavagem de dinheiro, corrupção ativa e organização criminosa por participação em esquema de contratos superfaturados da construtora Engevix com a estatal. Moro apontou que Dirceu recebeu R$ 15 milhões em propinas através da sua empresa, a JD Consultoria. Somadas, as penas chegam a 34 anos e 6 meses. Além de Dirceu, outros quatro réus foram condenados, entre eles o irmão do ex-ministro, Luiz Eduardo de Oliveira e Silva - por 6 anos e 8 meses pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Paulo Cesar Peixoto de Castro Palhares e Carlos Eduardo de Sá Baptista foram absolvidos por falta de provas.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.