Sem Comentarios

Camaçari: Prefeitura contrata sem licitação empresa suspensa por Justiça Federal

Camaçari: Prefeitura contrata sem licitação empresa suspensa por Justiça Federal
Foto: Francis Juliano / Bahia Notícias


Vereadores de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), acusam o prefeito Antônio Elinaldo Rodrigues (DEM) de contratar uma empresa que consta na relação de "inidôneas e suspensas" do governo federal. A polêmica veio à tona após contratação, sem licitação, da Epic Empreendimentos Eirelle Ltda, que vai receber mais de R$ 2,9 milhões para serviços de limpeza, conservação, carga e descarga para órgãos da prefeitura. Uma consulta ao Portal da Transparência aponta a companhia no rol das “inidôneas e suspensas” (ver aqui). Problemas no cumprimento de um contrato fez a Justiça Federal suspender a Epic de participar de licitações públicas entre novembro de 2015 e novembro de 2017. O caso circulou em grupos de WhatsApp e foi criticado pela oposição ao prefeito. Segundo o vereador Jackson, o fato é preocupante. “O erro é grave. O governo Elinaldo, junto com a equipe de licitação, deixou isso acontecer sem antes saber quem estava contratando”, disse ao Bahia Notícias. O BN tentou o contato com o prefeito, mas não conseguiu falar com o mesmo.   por Francis Juliano

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.