Sem Comentarios

Sou contra árbitro gay, dispara presidente de clube da primeira divisão

Sem papas na língua, o presidente do Vasco, Eurico Miranda, soltou o verbo mais uma vez. Em entrevista a Antônia Fontenelle no programa ‘Na Lata’, o cartola afirmou ser contra árbitros homossexuais no futebol. "Eu não sou contra gay, eu só me manifestei contra árbitro gay, sou contra árbitro gay. Em campo, ele vai tender pro namorado dele", disparou. 
 
Durante o bate-papo, o dirigente ainda afirmou que deseja a "morte" do Flamengo, um dos principais rivais do Vasco. "Não tenho nenhuma simpatia pelo Flamengo. Não tenho ódio mas se você me perguntasse se eu gostaria que o Flamengo moresse, eu gostaria. Eu matar não. Mas pode ter uma morte natural".
 
Com fama de linha dura, Eurico garantiu que não vê problema nas farras dos jogadores e revelou que Romário gostava de uma suruba. "Romário era um deles. Eu não sou contra o jogador aproveitar, fazer e tal. Sou contra se isso influenciar na produção deles. Aí sou contra, aí eu aperto. Fora disso, jogador tem é que jogar bola", completou o dirigente se referindo às festinhas antes de treinos e partidas.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.