Sem Comentarios

Quase 7 milhões de beneficiários do FGTS levam calote de ex-patrões

Quase 200 mil empresas fizeram os depósitos do FGTS de forma indevida, o que prejudicou cerca de 7 milhões de brasileiros que contavam com o valor. A liberação das contas inativas mostrou que uma grande parcela da população vai receber um calote que talvez seja irreversível.
Segundo reportagem da Jovem Pan, as empresas que fizeram o depósito indevido dificilmente conseguirão repassar o valor correto até o prazo final estipulado pelo Governo, que é até julho de 2017.
Nestes casos, a recomendação feita pelo Ministério do Trabalho é que a pessoa prejudicada faça uma denúncia na Superintendência Regional do Trabalho, ou acione o Sindicato da sua categoria.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.