Sem Comentarios

Duas mulheres foram presas nesta quarta-feira, 22, por abandono e suspeita de maus-tratos na Bahia


Duas mulheres foram presas nesta quarta-feira, 22, por abandono e suspeita de maus-tratos dos filhos de 3, 4 e 7 anos, em Paulo Afonso, no norte da Bahia. As crianças foram deixadas sozinhas em casa pelas primas.
Eles disseram que as mães, Priscila da Silva Terto e Pollyana Messias da Silva, saíram para ir para uma festa. Fato que é negado pelas mulheres. "Elas alegam que estavam trabalhando, mas mesmo assim foram presas e autuadas porque se confirmou a situação de abandono", explicou a delegada Lígia Nunes de Sá, da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Paulo Afonso.
O fato foi descoberto depois que uma vizinha encontrou a menina de 3 anos, que é filha de Pollyana, chorando sozinha na rua durante a madrugada. Ela acionou o Conselho Tutelar, que também localizou os primos da garota, dois meninos de 4 e 7 anos, sozinhos em casa. Eles são filhos de Priscila.
As crianças foram levadas para o hospital, onde foram identificadas diversas marcas de lesões pelos corpos. "A médica também achou sinais de que a menina foi vítima de abuso sexual. Foi realizado exame de corpo delito no DPT (Departamento de Polícia Técnica), mas ainda não saiu o resultado", acrescentou a delegada.
Não há registro de outras ocorrências envolvendo as primas, mas elas disseram que Pollyana tem dois filhos mais novos, incluindo um bebê de 7 meses, que estão abrigados em outro município.
As três crianças também foram encaminhadas para um abrigo e as mães passam por uma audiência de custódia nesta quinta, 23, para definir se continuam presas ou se vão responder em liberdade.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.