Sem Comentarios

Pai de Cármen Lúcia morre aos 98 anos, em Minas Gerais

Pai de Cármen Lúcia morre aos 98 anos, em Minas Gerais
Lula, Florival Rocha e Cármen Lúcia, na posse dela no STF | Foto: STF

O pai da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, morreu na manhã desta quinta-feira (9), aos 98 anos. Florival Rocha morava em Espinosa, no norte de Minas. Era comerciante na cidade, dono de posto de combustíveis e lojas de eletrodomésticos e de material de construção. No último final de semana, a ministra visitou o pai na cidade, que já estava com a saúde debilitada. A mãe de Cármen Lúcia, Anésia Antunes Rocha, faleceu há cerca de 15 anos. Além da ministra, Florival deixa seis filhos. Ainda não há informações sobre o velório e o sepultamento.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.