Sem Comentarios

Grávida é arrastada pelos cabelos e morta a tiros onde morava; alvo seria o marido

Grávida é arrastada pelos cabelos e morta a tiros onde morava; alvo seria o marido
Foto: Reprodução / Timolico

Uma mulher de 29 anos foi retirada de casa por cinco homens armados e morta a tiros na rua em que morava, nesta terça-feira (17), em Simões Filho. Segundo informações levantadas pela polícia através de testemunhas, o alvo do grupo era o companheiro da mulher, que é suspeito de integrar o tráfico de drogas da região. Laís Neila Reis Santos era vendedora, e foi sepultada nesta quinta-feira (19), no Cemitério Quinta dos Lázaros, em Salvador. A vítima estava grávida de cinco meses. Conforme informações da polícia, os suspeitos chegaram à casa de Laís perguntando o paradeiro do seu companheiro, que não teve a identidade divulgada. Segundo o G1, o homem teria uma dívida com traficantes de drogas da região e, por isso, estava sendo ameaçado de morte. Vizinhos disseram que o companheiro da vítima estava na casa momentos antes dos bandidos chegarem. Ainda de acordo com a polícia, os homens teriam perguntado para Laís onde estava o companheiro e ela teria se negado a dizer. Em seguida, os criminosos arrastaram a mulher pelos cabelos, a espancaram e atiraram ela no meio da rua, efetuando os disparos. Logo após o crime, que aconteceu no bairro Fazenda Santa Rosa, o grupo fugiu do local. Conforme informações de familiares da mulher, Laís e o atual companheiro estavam em um relacionamento há um ano, ela estava grávida dele. Além do bebê que estava esperando, a vítima deixou três filhos, de 5,11 e 14 anos, frutos de outro relacionamento. A polícia não conseguiu localizar os suspeitos do crime contra Laís e seu companheiro.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.