Sem Comentarios

PM morto na Paralela tentou salvar idosa de assalto

O soldado da Polícia Militar (PM) Márcio Pereira dos Santos, 33 anos, foi assassinado ao tentar impedir que uma pessoa fosse roubada por volta das 19h40 da noite de terça-feira, 6, no ponto de ônibus em frente ao Estádio de Pituaçu, na Avenida Paralela.
Conforme trabalhadores da região, o alvo do assalto era uma idosa. “Ele foi livrar uma idosa de assalto e um cara atirou pelas costas”, contou um trabalhador. Informações do Departamento de Comunicação Social (DCS) da PM revelam que Márcio transitava pela via quando viu dois homens tentar roubar uma pessoa no ponto de ônibus.
Ao tentar impedir o roubo, o PM foi baleado pelas costas por um terceiro bandido. Ele já chegou morto ao Hospital Roberto Santos. Os três suspeitos conseguiram fugir. Márcio era lotado no Batalhão de Polícia de Choque e estava na corporação há 10 anos. A PM informou que ele estava de folga no momento do crime, que é investigado pela força-tarefa da Secretaria de Segurança Pública (SSP) – criada para investigar crimes contra policiais.
“Vamos buscar o máximo de informações de características físicas dos criminosos. Sabemos que eles fugiram a pé. Estou verificando se no local havia câmeras de segurança”, disse o coordenador da força-tarefa, delegado Odair Carneiro, em nota da secretaria.
A SSP informou ainda que equipes que integram a força-tarefa já começaram a colher o depoimento de testemunhas do crime.
Amigos lamentam no Face
Diversas pessoas comentaram a morte do policial no Facebook. “Ótima pessoa. Um profissional ímpar. Perde-se além de tudo um ser humano de coração bom. Que Deus escolha a melhor morada pra ele”, postou Lenne Andrade. “Eterno Pereira. Uma pessoa maravilhosa, coração enorme. Sua missão foi feita aqui na terra”, disse Sani Sarmento.
Nenhum parente dele foi encontrado pela reportagem ontem pela manhã, no Instituto Médico-Legal (IML). Segundo informações da PM, o sepultamento do soldado estava marcado para às 17 h de ontem, no Cemitério Praça da Saudade, em Alagoinhas.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.