Sem Comentarios

Desenbahia encerra ano com R$ 300 milhões em financiamentos a prefeituras







A Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia) fecha o ano de 2016 com a marca de R$ 300 milhões em financiamentos a prefeituras. “Significa que demos prioridade, de fato, ao interior. Atendemos municípios de todos os territórios e também comprovamos que as prefeituras baianas estão avançando em sua capacidade de endividamento legal, um indicador de boa gestão”, avalia o presidente da agência, Otto Alencar Filho.

Entre operações aprovadas e contratadas foram beneficiadas 69 prefeituras. Comparado com 2015, o crescimento em 2016 foi de 113%. Do total, 94% das operações de financiamento foram destinadas a obras de infraestrutura, como drenagem e pavimentação, e 6% das operações foram destinadas à aquisição de máquinas e equipamentos.

A Desenbahia financiou projetos em Abaíra, Baianópolis, Barra da Estiva, Barreiras, Barrocas, Belmonte, Bom Jesus da Lapa, Boquira, Brotas de Macaúbas, Caetité, Cafarnaum, Cairu, Camacan, Camaçari, Campo Formoso, Candeias, Cândido Sales, Carinhanha, Catu, Cocos, Coribe, Dias D´Àvila, Esplanada, Eunápolis, Formosa do Rio Preto, Gentio do Ouro, Ibirapuã, Iguaí, Ilhéus, Ipirá, Iraquara, Itagibá, Itapetinga, Jacobina, Jaguarari, Jeremoabo, João Dourado, Lapão, Lauro de Freitas, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora e Luis Eduardo Magalhães.

Também financiamentos os municípios de Macaúbas, Mairi, Maracás, Mata de São João, Mucuri, Nazaré, Nilo Peçanha, Nova Viçosa, Oliveira dos Brejinhos, Pindobaçu, Pintadas, Prado, Riachão do Jacuípe, Salvador, Santa Maria da Vitória, São Desidério, Sapeaçu, Sátiro Dias, Sebastião Laranjeiras, Serra Preta, Serrinha, Simões Filho, Teixeira de Freitas, Teofilândia, Valença e Wanderley.

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.