Sem Comentarios

Aneel define novo limite para preço da energia no mercado de curto prazo em 2017

Aneel define novo limite para preço da energia no mercado de curto prazo em 2017
Foto: CHP

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) definiu os novos limites para o preço da energia no mercado de curto prazo (PLD) em 2017. O novo valor máximo do PLD será de R$ 533,82 por megawatt-hora (MWh), e o piso será de R$ 33,68 por MWh. O piso é calculado com base no custo de operação e manutenção das hidrelétricas antigas, que tiveram sua concessão renovada. Já o teto usa como referência o custo da termelétrica Mario Lago. A usina pertence à Petrobras e é movida a gás natural. Ao longo de 2016, o limite mínimo do PLD foi de R$ 30,25 por MWH, e o máximo foi de R$ 422,56 por MWh. O PLD é divulgado semanalmente pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e é usado como base para o sistema de bandeiras tarifárias, que incide sobre a conta de luz. Atualmente, a bandeira verde vigora quando o PLD fica abaixo de R$ 211,28 - metade do teto fixado pela Aneel. Quando o PLD supera esse valor, mas fica abaixo do teto estabelecido, de R$ 422,56, é acionada a bandeira amarela, que adiciona R$ 1,50 a cada 100 quilowatt-hora consumidos (kWh). Quando as térmicas acionadas superam o valor do teto do PLD, vale a bandeira vermelha. Se esse custo ficar entre R$ 422,56 e R$ 610,00, a cobrança adicional é de R$ 3,00 a cada 100 kWh. Se ficar acima de R$ 610,00 por MWh, a taxa é de R$ 4,50 a cada 100 kWh.

por Anne Warth | Estadão Conteúdo

Qualquer comentário com xingamentos palavras racistas será automaticamente excluído por nossa equipe. Agradecemos a Compreensão e o Respeito.